fbpx
game developer - A indústria de games em Quebec esta contratando e os salários não tem nada de brincadeira

A indústria de games em Quebec esta contratando e os salários não tem nada de brincadeira

Mais de 2.000 cargos bem pagos para preencher, esse é o número de funcionários que a indústria de video games somente na província do Quebec. Número que já aumentou dez vezes desde 2002, sem qualquer tendência de queda. Se você é um desses profissionais ou mesmo entusiasta deste setor, este post é para você.


Que tal trabalhar com o que você mais gosta de brincar?

Sim, estamos falando de video games, e somente na província do Quebec são mais de 2.000 postos de trabalho em aberto como uma média salarial de CAD 76.000 por ano. E se você pensa que isso é apenas uma boom momentâneo esqueça, este setor continua em franca expansão mesmo durante a atual crise econômica gerada pela pandemia.

Há quem diga que a indústria de entretenimento digital esta vivendo seu melhor momento, uma vez que em tempos de confinamento, jogos eletrônicos estão se consolidando como uma grande alternativa para quem precisa do distanciamento social.

Cidades como Montreal, Quebec, Sherbrooke, Saguenay fazem parte de um ecossistema no setor de videogames na província do Quebec e mesmo enquanto o COVID-19 colocava milhares de empregados na rua, essa industria só fez crescer.

Mudança de carreira

Sengundo Nadine Gelly, gerente geral da La Guilde du jeu vidéo du Québec, “trabalhadores que se viram seus empregos acabarem nos últimos meses deveriam pensar em seguir carreira no setor para aproveitar a oportunidade de lucrar com esse inesperado.

“Amanhã, cabeleireiros que acabaram de perder seus empregos poderão se preparar para ingressar na indústria de videogames voltando para os Colleges (ou Cegeps no Quebec) para se tornarem cabeleireiros de personagens de videogames”, diz ela com entusiasmo, Nadine Gelada
CEO do Quebec Video Game Guild.

Desenvolvedores, animadores 2D, 3D além de profissões ligadas ao desenvolvimento de negócios são particularmente procuradas na indústria, que continua a crescer sem problemas, apesar de uma segunda onda de COVID batendo nossas portas.

Em 2002, cerca de 1.200 pessoas trabalhavam no setor. Hoje esse número é dez vezes maior, somando mais de 13.000 empregados no setor. E a curva não está nem perto de achatar.

Estrangeiros são bem vindos

Na empolgação, os estúdios de Quebec não são os únicos famintos por talentos. Os gigantes Ubisoft, EA, Eidos, WB e Google Stadia, que estão bem estabelecidos em Quebec, estão se esforçando para recrutar a talentos.

Sem falar na Amazon, que esta prestes a lançar sua própria plataforma de games de olho no talento de Quebec como grande player do desenvolvimento local.

Red Barrels - A indústria de games em Quebec esta contratando e os salários não tem nada de brincadeira
Philippe Morin, co-fundador e presidente do estúdio independente de Quebec Red Barrels, conhecido pela série de Videogame Outlast.

“Somos como a aldeia dos gauleses obstinados. É uma metáfora que foi usada algumas vezes internamente ”, diz Philippe Morin, cofundador e presidente do estúdio Red Barrels de Quebec, com humor.

Fundado em 2011, o estúdio Red Barrels conta hoje com 40 funcionários, contabilizando mais de US $ 75 milhões em negócios por ano, mas encontrar grandes talentos nesse setor continua sendo uma tarefa difícil.

Ainda segundo Morin, “Fazemos o melhor que podemos com os salários. O contexto de trabalho pode ser um fator, como o tipo de jogo. No nosso caso, não existem muitos desenvolvedores de jogos de terror em Quebec, então se houver desenvolvedores interessados ​​neste estilo de jogo lá, é uma vantagem para nós”, explica.

Precisa-se de vendedores

Após o sucesso de sua feira de carreiras MEGAMIGS no último fim de semana, o Quebec Video Game Guild está convidando quem procura emprego para uma vitrine virtual nos dias 12 e 13 de novembro.

“Você precisa de pessoas em marketing. Em Quebec, teremos que resolver isso, continua sua diretora executiva, Nadine Gelly. É muito bom fazer produtos, mas se eles ficarem na prateleira porque você não os vende bem, isso não é bom. “

Um problema enfrentado por Angela Megia, gerente geral do estúdio Clever Plays de Quebec.

Demorou muito para encontrar pessoas com experiência em marketing. Agora temos um, mas demorou muito ”, conta o fundador do estúdio de videogame Montreal com dez funcionários em 2013.

É muito difícil recrutar idosos“, acrescenta Alexandre Martel, CEO e co-fundador do estúdio independente 3Mind Games. Parece que eles são bons com os grandes. Eles têm segurança no emprego e tudo mais. “

Efeitos da pandemia no mercado

Para Julien Jacob, diretor de aquisição de talentos da Behavior Interactif, a questão da força de trabalho se tornou mais difícil nos últimos meses.

“Desde COVID-19, os atrasos na imigração têm tem sido um dor de cabeça constante para empregados. Antes demorava três ou quatro meses para encontrar um candidato no exterior, agora demora entre seis e oito meses. Isso é muita pressão ”, conclui aquele que procura mais de 140 pessoas para ocupar cargos-chave.

Alguns números da indústria de video games em Quebec

É importante respaldar a necessidade de mão de obra deste setor não apenas números locais, mas fazendo uma comparação com outras províncias para entender porque o Quebec é considerada uma das regiões mais proeminentes no setor tecnologia da informação.

grafico - A indústria de games em Quebec esta contratando e os salários não tem nada de brincadeira

Outros dados relevantes:

  • Número de empresas do setor (estúdios) em Quebec: 230
  • Idade média dos trabalhadores: 28 anos
  • Participação de mulheres no setor: 19% contra 81% de homens
  • Salário médio: CAD 75.900/ano
  • Impacto econômico: CAD 1 bilhão/ano
  • Maiores players no mercado local:

Fonte: The Quebec Video Game Guild

E você? Precisa de ajuda para trabalhar no Canadá neste setor que não para de crescer? Entre em contato com conosco agora mesmo e tire do papel seu plano carreira no Canadá! Saiba mais clicando aqui.

Conheça um pouco mais sobre nossos serviços entrando em contato conosco ou acessando nossas redes sociais Facebook e Instagram, ou venha tomar um café com a gente, caso esteja em Montreal.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: