Quando o Canadá abrirá suas fronteiras?

133 views

Honestamente, ainda não sabemos. Por outro lado, existem muitos fatores que podem influenciar a decisão do governo canadense de manter as restrições de fronteira em vigor e, embora não saibamos exatamente quando essas restrições serão suspensas, há cada vez mais razões para ficarmos otimistas. À medida que a vacinação no Canadá e em todo o mundo avança, é possível que as fronteiras canadenses possam começar a parecer "normais" mais rápido do que esperado. Confira o post.
Atualizado em: 29 de abril de 2021
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Discutindo hipóteses

Neste post, trazemos a você todas as informações mais recentes que influenciam as restrições de viagens COVID-19 do Canadá, bem como sinais que podem influenciar quando as fronteiras podem ser reabertas.

O que queremos dizer com “fronteiras abertas”? Ser vacinado permitirá que uma pessoa viaje? O Canadá vai criar um passaporte para a vacina COVID-19? Progresso das vacinas no Canadá até agora e seus impactos no país. Novas variantes do COVID-19 vão afetar recuperação do Canadá quanto ao processo de imigração? O que queremos dizer com “fronteiras abertas”?

Antes de entrarmos na questão de quando as fronteiras do Canadá serão abertas, é importante definir o que queremos dizer com as fronteiras do Canadá sendo “abertas”. As fronteiras do Canadá nunca são totalmente “abertas” ou totalmente “fechadas” – o objetivo de uma fronteira é regular quem pode e quem não pode entrar em um país. Antes do COVID-19, mais pessoas atendiam aos requisitos para cruzar para o Canadá, mas as fronteiras ainda restringiam a entrada de algumas pessoas no país.

Em vez de pensar nas fronteiras do Canadá de uma forma binária – sendo “abertas” ou “fechadas” – é mais lógico pensar nas fronteiras do Canadá como uma torneira onde o fluxo de água aumentará ou diminuirá dependendo de quanto você gira sua maçaneta. Durante a pandemia, as fronteiras do Canadá nunca foram realmente “fechadas”, mas o fluxo diminuiu tanto que estamos no momento estamos apenas pingando.

À medida que a pandemia começa a se resolver, podemos esperar que o fluxo aumente, mas nem tudo pode acontecer em um momento. As fronteiras do Canadá podem não passar de “fechadas” para “abertas” em um único dia. Em vez disso, o Canadá pode aumentar lentamente o número de razões permissíveis para cruzar a fronteira – talvez para candidatos a residência permanente aprovados (milhares dos quais estão esperando o sinal verde para se mudar para o Canadá desde março de 2020), ou para indivíduos que têm prova de plena vacinação (mais sobre isso mais tarde).

Além disso, quando a pandemia acabar, as fronteiras do Canadá podem parecer diferentes do que eram antes do COVID-19. Podemos nunca retornar ao “normal” pré-COVID; em vez disso, o Canadá pode criar um novo normal com base nas lições aprendidas durante a pandemia.

Como as vacinas COVID-19 afetarão a fronteira do Canadá?

As vacinas são vistas como uma das ferramentas mais importantes para acabar com a pandemia de COVID-19 e retornar a uma aparência de normalidade. Embora a campanha de vacinas do Canadá tenha sido criticada em seus primeiros dias por não conseguir acompanhar o ritmo estabelecido por outros países ao redor do mundo, o ritmo das vacinações está acelerando a medida que os líderes políticos pressionam os laboratórios para o que prazo de entrega seja cumprido. Ao longo do início de abril, as doses diárias de vacinas administradas em todo o Canadá ultrapassaram os 300.000 em várias ocasiões – colocando o Canadá num ritmo que será possível ter todos os adultos que optem pela vacina totalmente inoculada até o final de setembro.

Em abril de 2021, o Canadá aprovou quatro vacinas COVID-19: Pfizer-BioNTech, Moderna, Oxford-AstraZeneca e Johnson & Johnson. Notavelmente, o Canadá não tem nenhuma instalação de produção nacional para fazer vacinas e, portanto, depende da produção, remessa e entrega internacional para obter suas doses de vacina. Isso causou atrasos e críticas em janeiro e no início de fevereiro, mas as entregas têm acelerado consistentemente desde meados de fevereiro.

Ao longo de março e abril, surgiram preocupações sobre o potencial de efeitos colaterais de coagulação de manchas raras para as vacinas AstraZeneca e Johnson & Johnson. Ainda estão surgindo dados sobre a ligação entre os coágulos sanguíneos e as vacinas, bem como o grau de risco para diferentes grupos etários e sexos. Como tal, o público deve esperar mudanças nas diretrizes das vacinas à medida que mais dados surgem. Por exemplo, o Canadá atualmente recomenda que a vacina AstraZeneca seja usada apenas em adultos com 55 anos ou mais.

Conforme o Canadá se aproxima da imunidade populacional e o risco de transmissão e doença por COVID-19 é significativamente reduzido, isso provavelmente resultará na redução das restrições à pandemia – embora ainda haja dúvidas sobre quais restrições serão suspensas e quando. Até 13 de abril, pelo menos 20% da população canadense recebeu pelo menos uma dose da vacina, mas isso não foi suficiente para prevenir uma terceira onda de infecção em grande parte do país.

Em muitas províncias do Canadá, as infecções por COVID-19 estão aumentando. Desde o início de abril, Ontário impôs uma ordem provincial de permanência em casa, Quebec transferiu várias regiões para o bloqueio e a Colúmbia Britânica impôs novas restrições como toque de recolher. Embora as vacinas possam ser parte da solução, está claro que medidas de saúde pública e mudanças no comportamento individual ainda são necessárias para conter a pandemia no Canadá. Como tal, podemos esperar que as restrições de viagem permaneçam em vigor, pelo menos enquanto a terceira onda continua a aumentar.

A vacinação no Canadá é apenas uma peça do quebra-cabeça, especialmente para aqueles fora do Canadá que desejam cruzar a fronteira e entrar no país. Embora alcançar a imunidade populacional internamente possa aliviar as restrições, outra conversa importante está surgindo em todo o mundo: o uso de passaportes de vacinação COVID-19 – comprovante de vacinação – como meio de facilitar viagens internacionais.

Prova de Vacina
Prova de Vacina – Fonte: Banco de imgagens

O Canadá usará passaportes de vacinas para abrir suas fronteiras?

Os passaportes para vacinas são um assunto controverso. Simplificando, o passaporte de vacina é o requisito para comprovar a vacinação entre aqueles que desejam viajar. A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou contra o uso de passaportes de vacina, citando a falta de dados que mostrem que as vacinas reduzem a transmissão do vírus COVID-19. As preocupações com a equidade, o acesso e a criação de direitos escalonados – um definido para aqueles que foram vacinados e outro para aqueles que não foram vacinados – é outra grande crítica ao conceito.

Apesar das críticas aos passaportes de vacinas, alguns governos já estão em processo de introdução da prova de vacinação como requisito de viagem. Israel, por exemplo, exige um “passaporte verde” para acessar certos aspectos da vida diária, como jantar em um restaurante ou frequentar academias. Muitos países europeus também estão considerando a possibilidade.

As autoridades canadenses de saúde pública parecem estar adotando uma abordagem cautelosa aos passaportes de vacinas. A Ministra da Saúde do Canadá, Patty Hajdu, indicou que o país está considerando passaportes para vacinas COVID-19 por meio de discussão com outros países do G7. Enquanto isso, a Agência de Saúde Pública do Canadá (PHAC) citou o mesmo vácuo de dados que a OMS, indicando que ainda não há evidências suficientes que demonstrem que a vacinação reduz o risco de transmissão. À medida que as vacinas são administradas em todo o mundo, mais dados surgirão nos próximos meses.

É importante notar que, apesar das preocupações sobre a equidade e eficácia de exigir prova de vacinação COVID-19 para cruzar a fronteira canadense, o Canadá já tem exigido documentação COVID-19 extensa para viajantes. Os viajantes aéreos, por exemplo, agora passam por três testes COVID-19 separados ao entrar no Canadá – um antes da partida, um logo após o pouso no Canadá e um após o dia 10 do período de quarentena obrigatório. À medida que as vacinas se tornam mais amplamente disponíveis, é provável que os requisitos de viagens canadenses se adaptem para incorporá-las como parte das robustas restrições de viagens COVID-19 do Canadá.

Mas, a prova de vacinação substituirá a exigência de quarentena de 14 dias? A prova de vacinação substituirá todos os requisitos especiais de viagem para entrar no Canadá? É simplesmente muito cedo para dizer, e os dados em torno da eficácia e equidade dos passaportes de vacinas ainda não existem.

7 Passos para imigrar via Express Entry

Inscreva-se agora e receba nosso roteiro completo "Descomplicando a imigração canadense".

Como está o Canadá em sua distribuição da vacina COVID-19?

É provável que a inoculação em massa de canadenses desempenhe um papel fundamental na capacidade de reverter as restrições do COVID-19, incluindo restrições de viagem. Para obter os dados mais atualizados, você pode sempre consultar o Canada COVID-19 Vaccine Tracker.

Dentre as informações mais recentes sobre as projeções da campanha de vacinação no Canadá podemos destacar:

  • 31 de março: No final de março, o governo canadense prometeu originalmente que o Canadá teria 6 milhões de doses de vacina – o suficiente para vacinar totalmente 3 milhões de pessoas. Notavelmente, o Canadá foi capaz de exceder em muito essa meta inicial – garantir mais de 10 milhões de doses de vacina até a primeira semana de abril.
  • 30 de junho: até o final de junho, o governo canadense projeta que pelo menos 14,5 milhões de canadenses serão vacinados. No entanto, desde que essa promessa foi feita, várias províncias estimaram que podem realmente administrar pelo menos uma dose da vacina a cada adulto que a deseje até o final de junho. À medida que surgem dados sobre a alta proteção de curto prazo contra doenças após apenas uma única dose da vacina, esses alvos atualizados podem ser um divisor de águas para o retorno à vida normal no Canadá.

As datas-alvo foram mudadas antes, depois que o Comitê Consultivo Nacional de Imunização (NACI) concluiu que a segunda dose das vacinas COVID-19 de duas doses poderia ser suspensa até quatro meses após a primeira dose.

  • 30 de setembro: O primeiro-ministro Justin Trudeau prometeu repetidamente que todos os canadenses adultos que desejam uma vacina poderão obtê-la até o final de setembro. No entanto, devido a muitos dos mesmos fatores descritos acima, o Primeiro Ministro sugeriu recentemente que uma data de término mais cedo para a campanha de vacinação é possível.

Grafico de vacinacao Canada
Gráfico de vacinação COVID-19 no Canadá – Fonte: COVID-19 Tracker Canada

Como novas variantes do COVID-19 poderiam impactar as fronteiras do Canadá?

Uma variável importante nos esforços para abrir as fronteiras do Canadá e retornar a uma aparência de normalidade pré-pandêmica é a circulação de variantes COVID-19 preocupantes. Existem atualmente três variantes do COVID-19 que foram amplamente identificadas como variantes preocupantes, mas é possível que mais possam surgir.

A variante identificada pela primeira vez no Reino Unido, a variante B.1.1.7, é considerada mais transmissível e potencialmente mais letal do que o vírus original. Temores sobre a ampla circulação desta variante levaram o Canadá a interromper brevemente todos os voos do Reino Unido, além de ter sido citado como o principal motivo por trás da intensificação das restrições de viagens COVID-19 do Canadá em fevereiro. Felizmente, a evidência existente da eficácia da vacina sugere que não há redução significativa na eficácia da vacina contra B.1.1.7.

Duas outras variantes, B.1.351 e P.1, originalmente identificadas na África do Sul e no Brasil, respectivamente, apresentam preocupações adicionais. Acredita-se que as vacinas forneçam menos proteção contra B.1.351, embora ainda não haja dados do mundo real suficientes para saber se as vacinas existentes podem fornecer proteção contra doenças graves e morte por B.1.351. A variante P.1 compartilha semelhanças com a variante B.1.351, suscitando preocupações semelhantes sobre a eficácia da vacina. Em uma nota promissora, no entanto, os fabricantes de vacinas já estão testando injeções de reforço para proteger contra essas variantes.

Notavelmente, o Canadá tem surtos de todas as três variantes COVID-19 preocupantes, com a variante B.1.1.7 responsável por grande parte da terceira onda de infecções emergentes. Alguns especialistas observaram que isso coloca o Canadá em uma posição nada invejável de ser um caso de teste do mundo real para a eficácia da vacina contra as variantes do COVID-19 preocupantes.

LEIA TAMBÉM: COVID-19: Últimas atualizações sobre restrições de viagens para o Canadá

Concluindo

É um desafio prever o impacto dessas variantes de preocupação na abertura das fronteiras do Canadá. As variantes levaram o Canadá a tomar medidas preventivas radicais nas fronteiras, mas se as vacinas existentes (ou novas doses de reforço) forem capazes de fornecer proteção adequada contra as variantes, tais medidas de fronteira podem não ser necessárias a longo prazo. Felizmente, como acontece com todos os elementos da pandemia, mais dados devem estar disponíveis em breve e, esperançosamente, respostas definitivas comecem a surgir.

A decisão sobre quando e como abrir as fronteiras do Canadá é complexa, com muitos fatos em constante mudança. Conforme mais informações forem disponibilizadas sobre vacinas, variantes e políticas de saúde pública iremos atualiza-lo em nosso blog. Verifique regularmente as últimas novidades e não deixe de se inscrever em nossa newsletter. Enviamos boletins semanais com um resumo do que vem acontecendo no Canadá.

Para resumir, neste momento não basta ter fé apenas nos avanços da ciência no combate com o COVID-19, precisamos contar mesmo é com o bom senso das pessoas, para que elas continuem colaborando para a não propagação do vírus. Só assim poderemos de fato ver a luz no fim do túnel.

E você? concordo com esse ranking? Deixe seu comentário aqui.

Nos vemos no próximo post. 😉

Conheça um pouco mais sobre nossos serviços entrando em contato conosco ou acessando nossas redes sociais Facebook e Instagram, ou venha tomar um café com a gente, caso esteja em Montreal.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhe
Compartilhar no linkedin
Compartilhe
Compartilhar no telegram
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
VEJA TAMBÉM

Inscreva-se em nossa Newsletter

garota morena apontando para cima
BUSCA
Categorias
PRÓXIMOS EVENTOS

webinário

COLLEGE NO CANADÁ COM BOLSA DE ESTUDO

Quer saber como ganhar uma bolsa de C$ 10.000 para cursar um College no Canadá? Nosso evento será no dia 27 de maio. 

Information 1

desculpe-nos :(

Sessão indisponível no momento, tente mais tarde.