fbpx
Ministro da imigracao quebec - Quebec: Novidades no PEQ Estudo e Trabalho

Quebec: Novidades no PEQ Estudo e Trabalho

O Ministro da Imigração, Jolin-Barrette, apresentou sua nova versão do programa de experiência em Quebec, conhecido como PEQ, durante uma conferência de imprensa na cidade de Quebec nesta última quinta-feira, 28 de maio de 2020.


Além da matéria, que você pode conferir ao longo deste post, também gravamos um vídeo em modo live comentando os principais tópicos sobre as mudanças propostas no PEQ.

Assista abaixo:

Era só uma questão de tempo

PEQ: O popular programa de imigração facilita a aquisição de residência permanente no Canadá para os candidatos que pretendam fixar residência na província do Quebec. Saiba mais sobre o programa clicando aqui.

Em novembro de 2019, o ministro anunciou uma reforma controversa do PEQ, que continha uma lista de empregos elegíveis para candidatos a imigrantes. O objetivo era combinar os candidatos com as necessidades econômicas específicas de Quebec. Saiba mais sobre essas polêmicas alterações no programa clicando aqui.

Logo depois, o governo da Coalizão Avenir Québec anunciou que estava suspendendo reformas controversas no programa após protestos públicos sobre as mudanças que restringiam as regras em torno da elegibilidade do programa.

Alguns o criticaram por não ter consultado ninguém antes de desenvolver a primeira versão de sua reforma em novembro de 2019. Nesta quinta-feira, Jolin-Barrette rebateu novamente as criticas. Segundo ele, o novo projeto tem como base argumentos de grupos interessados, o mundo dos negócios e o da educação e um dos pontos mais polêmicos como a lista de profissões foi excluído.

Sob as novas regras, para se qualificar para o PEQ, os candidatos devem ter mais experiência de trabalho.

Os trabalhadores temporários estrangeiros presentes em Quebec devem acumular 36 meses de experiência de trabalho em tempo integral durante os últimos 48 meses anteriores à sua solicitação para serem elegíveis à residência permanente. Antes das mudanças, eles precisavam de um ano de experiência profissional em tempo integral.

Os estudantes estrangeiros que já estão no Quebec, com o diploma em mãos, devem adquirir 12 ou 24 meses de experiência em tempo integral antes de solicitar a residência permanente.

A exigência de conhecimento de francês também foi reforçada.

Os candidatos devem demonstrar seu nível de conhecimento do francês. Além disso, os cônjuges dos candidatos devem poder demonstrar que possuem um nível 4 de francês (em uma escala de 12). O nível 4 é considerado o nível no qual o candidato tem a capacidade de manter uma conversa em francês.

Conclusão

As mudanças ainda estão tramitando no governo e devem passar por ajustes nos próximos meses, ainda não há nada concreto sobre regras de transição ou direitos adquiridos para quem já esta aqui. Estamos acompanho tudo de perto e em breve publicaremos novos posts como mais esclarecimentos sobre as mudanças no programa. Inscreva-se em nosso blog e redes sociais para se manter atualizado.

Se tem dúvidas sobre os rumos do processo via PEQ, não hesite em nos contatar. Nossa equipe de consultores credenciados pelo governo canadense é especialista em processos de imigração através da província do Quebec. Saiba mais clicando aqui.

Fonte oficial: MIFI

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: