Guia de bairros: Onde morar em Montreal | Neway for you

Guia de bairros: Onde morar em Montreal

859 views

Montreal é uma cidade relativamente grande que possui muitos bairros distintos, cada um caracterizado por um charme único. Mas quais são os melhores bairros de Montreal para recém-chegados, solteiros, casados, famílias jovens ou quarentões? A resposta vai depender de suas preferências e necessidades particulares, portanto, não há exatamente um bairro ideal. Eu mesmo já estou no segundo em pouco mais de 2 anos e continuo aberto a novas experiências. Dando sequência a nossa série de posts sobre cidades no Canadá, hoje irei falar sobre os bairros em Montreal. Ficou curioso(a)? então continue lendo, quem sabe um deles não seja o seu próximo endereço no Canadá?
Atualizado em: 16 de julho de 2021
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Onde morar em Montreal?

Se você não sabe nada sobre Montreal e quer uma visão geral da cidade quanto população, clima, mobilidade, escolas para os filhos, lazer e vida noturna entre outras coisas, antes de seguir para essa matéria que fala sobre os bairros, recomendo que comece lendo este post aqui: Guia de cidades Canadá: Vivendo em Montreal

Neste texto, irei fornecer uma “breve” descrição dos diferentes bairros de Montreal, pois seria impossível falar de todos como eu gostaria. Pois bem, decidir onde morar em Montreal geralmente não é das tarefas mais fáceis, então tente não se comprometer com um local por um longo prazo até que você chegue e conheça mais da cidade. Há um fluxo constante de acomodações para alugar em Montreal e todos os dias vemos a cidade se modificar para poder atender a tantas pessoas que chegam.

Vivendo entre dois mundos

Como regra geral, a Ilha de Montreal é mais anglófona no lado oeste e muito mais francófona no leste. Os bairros de Montreal listados aqui incluem os bairros próximos ao centro de Montreal, bem como os bairros mais suburbanos que se encontram dentro da Grande Montreal ou região metropolitana.

Montreal tem um extenso sistema de transporte público que inclui o terceiro sistema de metrô mais movimentado da América do Norte, bem como uma ampla rede de rotas de ônibus.

Muitos bairros de Montreal são bem servidos por esse sistema. No entanto, os recém-chegados que pensam em viver em um subúrbio de Montreal a oeste do Aeroporto Internacional de Trudeau ou fora da Ilha de Montreal ao norte ou ao sul podem notar que a mobilidade de e para o centro da cidade é bem mais difícil sem um veículo.

Saiba mais sobre a mobilidade em Montreal neste post aqui: Guia de cidades Canadá: Vivendo em Montreal

Filhos, até onde esse fator impacta na escolha do bairro?

Bom, de todo os tópicos que eu irei falar aqui talvez esse seja um dos mais importantes para os que são pais, sobretudo, os mais desatentos a esse detalhe em seu projeto de imigração. Vamos há algumas dicas de ouro antes de você começar a achar que dá para morar em qualquer bairro em Montreal com seus filhos.

  • Se tem filhos em idade escolar primária e secundária (dos 5 aos 17 anos) inclua o critério escolha da escola (de preferência as melhores ranqueadas) antes sair atirando para todo o lado. Vou deixar o link do sistema de ranqueamento aqui. Geralmente o valor do aluguel varia de acordo com a proximidade de boas escolas.
  • Via de regra, o ideal é estar a uma distância de até 3 ou 4km da escola de seu filho. Quanto mais perto melhor, mas se não der, todas as escolas por aqui oferecem um serviço de transporte gratuito (os ônibus amarelos) para quem mora a mais de 2km da escola.
  • Se seus filhos já estiverem com idade para o CEGEP (College), acima dos 17 anos, o fator localização não será um grande problema, desde que more em bairros bem servidos de linhas de ônibus e metrô.
  • O mesmo vale para país com filhos menores de 5 anos que irão ficar em creches (garderies), pois não há uma grande preocupação com relação aos níveis de alfabetização por aqui, mas fique atento quando a idade escolar estiver chegando.

Para os solteiros, casais sem filhos tudo fica mais fácil, prático e mais barato.

Aluguel em Montreal

Você pode descobrir que muitos anúncios de apartamentos para venda ou locação em Montreal não usam mídias como internet para fazer propaganda. Em vez disso, eles colocam avisos do lado de fora dos edifícios para anunciar as vagas ou deixam essa informação apenas com o corretor.

Vale a pena caminhar por diferentes bairros de Montreal nos quais você pode querer morar para ver se há alguma placa “à louer” ou tente ligar para as empresas de administração de imóveis para verificar se há vagas.

Uma curiosidade no Quebec é que os apartamentos e casas são descritos não por quantos quartos eles têm, mas pela soma do número total de cômodos, com o banheiro contando como meio cômodo. Assim:

  • Um estúdio é chamado de 1½
  • Um apartamento com 1 quarto, uma sala, uma cozinha e um banheiro é chamado de 3½
  • Apartamentos de 2 quartos na mesma configuração são chamados de 4½
  • Apartamentos de 3 quartos na mesma configuração são chamados de 5½ e assim por diante.

Anúncios de apartamentos na internet que possuem a sinalização adicional de 1½ banheiro (salle de bain) indicam que o imóvel possui um banheiro inteiro (pia + vaso + chuveiro e ou banheira) mais um lavabo. Sei que parece meio louco, mas uma hora você se acostuma. A propósito, banheiros aqui em Montreal são um capítulo a parte, pois achar imóveis com mais de um deles chega a ser um desafio, além de deixaram o aluguel um pouco mais caro.

Vale também o alerta de que construções mais antigas, geralmente, não dispõem de espaço para máquina de lavar e secar roupa dentro do apartamento, para esses, será necessário usar as lavanderias compartilhadas do condomínio. Vagas de garagem (cobertas ou não) são sempre cobradas a parte e podem custar de C$ 60 a mais de C$200 dependendo do bairro ou condomínio. Eu mesmo fiquei mais de um ano esperando por uma vaga coberta em meu condomínio em Laval. Acredite, se você tiver um orçamento que caiba uma delas vai querer isso rápido durante o inverno.

Da mesma forma que a proximidade com boas escolhas impacta no valor do aluguel, o mesmo ocorre com relação a estações de metrô. Quanto menos se anda até elas, mais caro você paga para morar, então coloque tudo isso na balança antes de definir onde vai morar.

Mas vamos deixar de conversa fiada e vamos falar do que realmente interessa, os bairros. Para facilitar a vida de vocês coloquei em todos os títulos dos bairros um link direto para o Google Maps mostrando o perímetro de cada bairro da cidade. Também inclui um link direto para um site de busca de imóveis muito usado no Canadá chamado centris.ca, assim você ja vai ter uma idéia dos valores de locação.

Quer estudar no Canada?

Inscreva-se agora e receba nosso guia completo para estudantes internacionais. Da escolha da escola até a residência permanente, tudo o que você precisa saber.

Minha última dica fica a cargo dos corretores, usar o serviço de um deles pode evitar um pouco de dor de cabeça na hora de fechar seu contrato de locação, pois morar no Canadá não significa necessariamente que vai fazer negócios apenas com canadenses honestos. Todo cuidado com proprietários que exigem regras que fujam da legislação de locação do Quebec. Você pode obter mais informações sobre como funciona neste link aqui. Você também pode encontrar alguns bons corretores brasileiros em grupos de Facebook se não se sentir confortável com os quebecos.

Num post futuro irei dar algumas dicas de como alugar ou mesmo comprar seu imóvel por aqui. Vamos nos concentrar apenas nos bairros por hoje, começando por:

Ville Marie

Bairro ville marie em Montreal
Bairro Ville Marie em Montreal. Créditos Marc-Emmanuel

Ville Marie está efetivamente no centro de Montreal, incluindo o distrito comercial central e as principais ruas comerciais. O extenso bairro de Ville Marie também inclui o Mount Royal Park, bem como duas ilhas localizadas entre a Ilha de Montreal e o South Shore, a saber, a Ilha de Santa Helena e a Île Notre Dame.

Como o centro da segunda maior cidade do Canadá, Ville Marie é uma área cosmopolita e agitada com universidades de renome internacional e endereço de importantes empresas globais. A metade oeste de Ville Marie é repleta de arranha-céus, enquanto a parte leste, que tecnicamente inclui o Quartier Latin, o Village e a Velha Montreal (bairros por direito próprio, na verdade), tem mais uma vibração de comunidade.

Em razão da localização e proximidade com as melhores escolas e universidades, o bairro é considerado um dos melhores de Montreal em termos de conveniência e mobilidade, todavia, tudo isso tem um preço. Ville Marie é listada como um dos bairros mais caros para se morar em Montreal.

E se você pensa em ter um carro morando nesse bairro, considere pagar um segundo aluguel para mantê-lo numa garagem, pois estacionar no centro pode custar mais de C$ 10 a hora dependendo do local.

Anúncios de imóveis para locação em Ville Marie

Estações de Metrô: Berri-UQAM, Saint-Laurent, Place-des-Arts, McGill, Peel, Guy-Concordia, Bonaventure, Square Victoria, Place d’Armes, Champ-de-Mars, Jean-Drapeau

LEIA TAMBÉM: Montreal é bilíngue?

Old Montreal ou Vieux-Montréal

O antigo porto de Montreal foi o local da cidade original de Montreal, que data do século XVII. Hoje é o distrito histórico de Old Montreal (Vieux Montréal). As pitorescas ruas pedonais e as margens do rio fervilham de turistas, especialmente no verão, enquanto eles caminham entre as lojas de souvenirs e os muitos belos edifícios antigos, incluindo a Basílica de Notre-Dame de quase 200 anos.

Com toda essa história, beleza, cultura e arquitetura, o aluguel pode ser caro e as comodidades familiares com grandes áreas verdes raras. De todos os bairros de Montreal, Old Montreal é mais adequado para jovens profissionais do que famílias.

O centro da cidade fica a poucos passos de distância, e a linha laranja do metrô atravessa a Velha Montreal, tornando qualquer lugar em Montreal facilmente acessível.

Anúncios de imóveis para locação em Old Montreal

Estações de Metrô: Square Victoria, Place d’Armes, Champ-de-Mars

Griffintown

Griffintown há muito é associada à comunidade irlandesa de Montreal. O período de pico da imigração e colonização foi durante e após a fome, quando trabalhadores não qualificados chegaram carregados de barco. Este bairro de Montreal está localizado a poucos minutos a pé da Rua St-Catherine e das áreas comerciais ao redor. Griffintown se tornou um paraíso para os gourmets, com alguns dos melhores chefs internacionais estabelecendo restaurantes na Notre-Dame Street.

Acomodações relativamente baratas em edifícios mais antigos podem ser encontradas quanto mais perto você estiver do Canal de Lachine. Novos condomínios brilhantes abundam mais perto do centro da cidade – com preços iguais.

Em razão da grande expansão imobiliária neste bairro é comum ver muitas construções em andamento todos os anos, motivo pelo qual os moradores locais tem uma queixa constante do barulho nesse bairro.

Anúncios de imóveis para locação em Griffintown

Estações de Metrô: Georges-Vanier, Lucien-L’Allier

Plateau-Mont-Royal

Este grande bairro, localizado a nordeste do centro de Montreal, é o lar do maior número de artistas per capita do Canadá, criando um ambiente de vida único. Duas das principais artérias da cidade – Rue St-Denis e Boulevard St-Laurent – têm suas seções mais movimentadas enquanto cortam o Planalto. Muitas boutiques, restaurantes BYOB (“apportez votre vin”), bares e cafés se alinham em muitas ruas do Plateau.

O coração do Plateau é o Parc Lafontaine – no verão, um ímã para caminhadas à beira do lago e piqueniques à tarde, com a patinação dominando no inverno. Uma das vantagens de morar no Planalto é que o centro da cidade é facilmente acessível a pé, de bicicleta, ônibus ou metrô.

Os preços dos aluguéis têm aumentado mais rapidamente do que a média da cidade, já que o Planalto é visto como o lugar para se viver. No entanto, o Plateau ainda é acessível, especialmente para quem compartilha acomodação.

Sim, este é um dos meus sonhos de consumo em Montreal, mas achar apartamentos de 3 ou 4 quartos que caibam no orçamento é grande desafio tanto para alugar como comprar, principalmente nos últimos 2 anos quando a especulação imobiliária em Montreal começou a elevar os preços.

Anúncios de imóveis para locação em Plateau-Mont-Royal

Estações de Metrô: Sherbrooke, Mont Royal, Laurier

The Village

gay village montreal
The Village Montreal

The Village, também conhecido como The Gay Village, é o lar das comunidades LGBT ativas de Montreal. Originalmente identificado como um dos bairros mais operários de Montreal, o Village tornou-se cada vez mais descolado à medida que mais empresas gays se mudavam para a área. Os residentes dessa aldeia vêm de todas do mundo para viver numa completa harmonia independente de orientações sexuais.

A cada verão, a seção da rua St-Catherine que atravessa o Village fecha ao tráfego e bandeiras decorativas se estendem pela rua, se transformando um shopping ao ar livre. É quando o Village realmente ganha vida própria.

Diga-se de passagem, um bairro muito bem localizado e acessível mesmo para os mais conservadores.

Anúncios de imóveis para locação em The Village

Estações de Metrô: Berri-UQAM, Beaudry, Papineau

LEIA TAMBÉM: O Canadá foi classificado como um dos 10 destinos de viagem mais amigáveis ​​para LGBTQ2 + do mundo

McGill Ghetto

Às vezes conhecido como Milton Park, por causa de duas ruas que fazem parte do bairro, o McGill Ghetto não é um gueto no sentido popular do termo. Em vez disso, esta pequena área entre a Universidade McGill e Plateau e ponto de encontro de alunos e quase uma extensão do campus da Universidade McGill.

Uma localização maravilhosa significa que, em 15 minutos a pé, os residentes podem estar em St-Laurent, em um show ao ar livre na Place des Spectacles, em um bar no centro, no alto da montanha ou, é claro, em sala de aula.

Há uma competição acirrada por moradia no Gueto McGill, à medida que os alunos tentam conseguir uma vaga antes do início das aulas em setembro. Esses locatários, no entanto, muitas vezes desaparecem durante o verão e sublocam seus quartos a preços reduzidos, então, se você estiver vindo para Montreal apenas no verão, seria aconselhável procurar um lugar por aqui.

Estações de Metrô: Place-des-Arts, McGill

LEIA TAMBÉM: Toronto vs. Montreal: Qual a melhor no quesito destino para estudar?

Mile End

Tecnicamente dentro do bairro Plateau-Mont-Royal, Mile End é, no entanto, visto como um bairro distinto de Montreal. Elegante, mas casual, justo e multilíngue, Mile End foi o cenário de muitos dos romances do escritor Mordecai Richler.

William Shatner e Arcade Fire também desfrutaram de seus anos de formação aqui. Você ouvirá falar um pouco mais de inglês e hebraico do que as partes orientais do Plateau, com a comunidade hassídica tendo estabelecido uma presença visível na área.

Algumas das melhores comidas do continente encontram-se em Mile End, com os melhores bagels e inúmeros restaurantes espalhados pelo bairro. A área se tornou mais rica e popular na década de 1990, e a gentrificação levou ao aumento dos aluguéis. Dito isto, a área continua a ter uma boa relação qualidade / preço.

Se você está olhando para os bairros de Montreal e quer uma opção eclética e multicultural, Mile End é o caminho a percorrer.

Anúncios de imóveis para locação em Mile End

Estações de Metrô: Laurier, Rosemont

Outremont

Expatriados franceses e membros da comunidade hassídica se unem aos francófonos de classe média alta de Montreal para formar uma coleção díspar de comunidades abastadas em Outremont, localizada no lado norte de Mount Royal e a oeste de Mile End.

Com uma abundância de lojas, cafés, restaurantes e parques de qualidade, Outremont é frequentemente seguido pela frase “qualidade de vida”.

Embora o centro da cidade esteja em grande parte oculto por trás da montanha, as boas conexões de transporte público fazem com que a área pareça mais urbana do que suburbana. Os preços dos imóveis são altos, mas um aluguel mensal na área, especialmente na fronteira de Mile End, pode ser bastante razoável.

Anúncios de imóveis para locação em Outremont

Estações de Metrô: Outremont, Edouard-Montpetit

Little Italy

maxresdefault
Marché Jean-Talon Montreal

O Little Italy de Montreal é um pequeno bairro repleto dos melhores sons, sabores e cultura do velho mundo. A peça central é o Marché Jean-Talon, um movimentado mercado agrícola aberto o ano todo. Alguns dos melhores alimentos frescos do Canadá podem ser comprados aqui.

O aluguel na Little Italy pode muitas vezes ser mais acessível do que em outras áreas ao longo do sistema de metrô de Montreal. Os recém-chegados que querem morar sozinhos podem considerar este bairro de Montreal, pois é possível alugar um apartamento por menos do que nas áreas vizinhas.

Quando visitei Montreal pela primeira vez, no verão de 2017, em minha viagem exploratória, alugamos um AIRBNB no coração desse bairro por 7 dias. Eu, minha esposa e duas filhas ficamos num studio bem legal e adoramos as facilidades que o bairro oferece, como mercados e lojas de conveniência por toda a parte. A mobilidade de bairro é ótima.

Esse é o tipo de bairro para quem curte um estilo de vida mais ripster, estilo que particularmente nos atrai. Acredito que um dos poucos pontos negativos são as construções antigas, mas há muitos imóveis reformados também, nosso studio foi um bom exemplo.

Anúncios de imóveis para locação em Little Italy

Estações de Metrô: Rosemont, Beaubien, Jean-Talon, De Castelnau

Mercier-Hochelaga-Maisonneuve

Um aglomerado de bairros urbanos de Montreal compõe o bairro tradicionalmente francófono da classe trabalhadora de Mercier-Hochelaga-Maisonneuve. O Estádio Olímpico de Montreal domina o horizonte e a área circundante inclui o Estádio Saputo (casa do clube de futebol Montreal Impact), o Jardim Botânico, o Mercado Maisonneuve e o Biodome. Este último é uma atração que permite aos visitantes passear por quatro ecossistemas encontrados nas Américas.

O distrito de Hochelaga-Maisonneuve, no extremo oeste do bairro, testemunhou um aumento constante da população nos últimos anos, à medida que Québécois, estudantes e imigrantes se misturavam para criar uma comunidade vibrante. A idade média dos residentes aqui está entre as mais baixas de Montreal. O aluguel é acessível, e a linha verde do metrô é acessível a pé de qualquer lugar da área.

Estudei no bairro de Hochelaga por mais de um ano e a impressão que ficou foi de bairro que mistura subúrbio com com uma cena underground da cidade, mas nada que lembre um bairro barra pesada do Brasil. Do lado do parque olímpico você vai encontrar um verdadeiro contraste com parques imensos e uma pegada bem mais vibrante.

Anúncios de imóveis para locação em Mercier-Hochelaga-Maisonneuve

Estações de Metrô: Préfontaine, Joliette, Pie-IX, Viau, Assomption, Cadillac, Langelier, Radisson, Honoré-Beaugrand

Rosemont — La-Petite-Patrie

Estendendo-se do ponto de encontro de Mile End e Parc-EX (“Mile-Ex”) até Maisonneuve Park e além, Rosemont — La-Petite-Patrie é um bairro considerável e principalmente francófono no centro-leste da Ilha de Montreal. A área assemelha-se mais a uma série de aldeias urbanas do que a uma única comunidade. As pessoas aqui vivem para o ar livre; há 55 parques, 10 jardins comunitários e 11 pistas de patinação ao ar livre.

As linhas laranja e azul são acessíveis a partir das extremidades oeste e norte de Rosemont — La-Petite-Patrie, fornecendo acesso ao centro da cidade e outros bairros de Montreal.

Anúncios de imóveis para locação em Rosemont — La-Petite-Patrie

Estações de Metrô: Rosemont, Beaubien, Jean-Talon, Fabre, D’Iberville, St-Michel

Quer estudar no Canada?

Inscreva-se agora e receba nosso guia completo para estudantes internacionais. Da escolha da escola até a residência permanente, tudo o que você precisa saber.

Villeray — Saint-Michel — Parc-Extension

Esses três bairros de Montreal juntos formam um bairro, estendendo-se aproximadamente do Boulevard Pie-IX, no leste, até o belo Jarry Park, mais a oeste, em “Parc-Ex”, onde os melhores atletas de tênis do mundo competem na Rogers Cup a cada verão.

Um pouco mais longe do centro de Montreal do que Mile End, Outremont e o Plateau, o aluguel em Villeray, Saint-Michel ou Parc-Ex pode ser bem mais acessível.

Anúncios de imóveis para locação em Villeray — Saint-Michel — Parc-Extension

Estações de Metrô: Parc, De Castelnau, Jean-Talon, Jarry, Crémazie, Fabre, D’Iberville, St-Michel

Saint-Leonard

À medida que Little Italy se enobrece rapidamente, alguns diriam que Saint-Leonard é o verdadeiro lar da comunidade italiana de Montreal. As instituições e empresas culturais ítalo-canadenses atendem à segunda comunidade cultural mais populosa da cidade. Muitos residentes de Saint-Leonard são trilíngues. É comum que as pessoas que crescem aqui sejam educadas em francês, falem italiano em casa e se socializem principalmente em inglês.

Saint-Leonard é caracterizada por seus amplos apartamentos e casas geminadas de tijolos, hortas de quintal e bares italianos, cafés e confeitarias. Dada a influência italiana, o futebol é particularmente popular neste bairro de Montreal. Os muitos parques espalhados ao redor de Saint-Leonard contêm vários campos de futebol públicos, bem como quadras de bocha.

Anúncios de imóveis para locação em Saint-Leonard

Anjou

O bairro predominantemente francófono de Anjou está localizado a leste da Ilha de Montreal. As estações finais da linha verde do metrô de Montreal estão localizadas ao sul de Anjou, que tem um toque suburbano. Este é um lugar onde as pessoas compram na Costco e vão ao shopping nos fins de semana.

Considerado o bairro dos velhinhos em Montreal, com aluguel bastante em conta, mas longe de tudo.

Anúncios de imóveis para locação em Anjou

Estações de Metrô: Radisson, Honoré-Beaugrand

Ahuntsic-Cartierville

Ahuntsic Cartierville
Ahuntsic Cartierville

Ao longo da extremidade norte da Ilha de Montreal, nas margens do Rivières-des-Prairies de frente para Laval, fica o bairro de Ahuntsic-Cartierville, que compreende dois bairros principais: Ahuntsic e Cartierville. Esta foi uma das primeiras áreas na área da Grande Montreal a ser habitada por europeus.

Propriedades fabulosas se alinham às margens do rio, com alguns dos locais mais pacíficos de toda a área de Montreal em Ahuntsic-Cartierville. Esta área é particularmente popular entre famílias com crianças.

Moro neste bairro há um ano e meio e confesso que me apaixonei pelo lugar. A proximidade com o rio faz toda a diferença para mim e minha esposa, pois poder caminhar, fazer piqueniques ou andar de bicicleta as margens do rio são programas que fazemos em todas as estações.

De acordo com dados do Plano municipal de parques de Montreal, o bairro de Ahuntsic-Cartierville possui aproximadamente 2,21 hectares de área de parques para cada mil habilitastes, uma das maiores marcas da cidade Montreal ficando atrás apenas de Anjou e Rivière-des-Prairies–Pointe-aux-Trembles.

Com escolas e colleges de qualidade, considero Ahuntsic-Cartierville como a cereja do bolo Rive-Nord de Montreal, lado da cidade pouco valorizado. Aqui temos a vantagem de muita mobilidade muito boa e da proximidade com Laval. Para quem precisa fazer mercado, pegar um cinema ou ir a grandes centros de compras Laval sem enfrentar o transito infernal do Centre Ville basta atravessar a ponte.

O aluguel não é dos mais baratos, a depender da localização, mas ainda sim, é mais acessível que no centro-sul da cidade.

Anúncios de imóveis para locação em Ahuntsic-Cartierville

Estações de Metrô: Crémazie, Sauvé, Henri-Bourassa

Mount Royal

Oficialmente a cidade de Mount Royal, ou TMR, este bairro afluente na ilha de Montreal é um município administrado de forma independente. TMR foi designada como Sítio Histórico Nacional do Canadá em 2008 porque, ‘de uma perspectiva de design, sua síntese notável dos movimentos de renovação urbana do início do século 20, refletindo a influência dos movimentos City Beautiful, Garden City e Garden Suburb, a qualidade de sua construção e seu alto nível de integridade tornam-no um excelente exemplo de uma comunidade planejada no Canadá. ‘

Tradicionalmente anglófono até a década de 1960, mais francófonos desde então se mudaram para a área, com mais de três quartos dos residentes de TMR sendo bilíngues. A renda média entre os residentes é alta. A peça central do bairro é Connaught Park, com quatro avenidas planejadas que levam a este espaço verde da periferia da cidade. Além de ter algumas estações de metrô a uma curta distância, um trem suburbano na linha RTM Deux-Montagnes também faz uma parada na TMR.

Anúncios de imóveis para locação em Mount Royal

Estações de Metrô: Acadie, De la Savane

Côte-des-Neiges

Com mais de 100 comunidades étnicas de todo o mundo, Côte-des-Neiges é um dos poucos bairros de Montreal onde nem o francês nem o inglês são a língua predominante. O Oratório de São José, situado no lado oeste do Monte Real, domina o horizonte e é a principal atração turística.

Um grande número de estudantes vive na área, principalmente devido à presença da francófona Université de Montréal. O tamanho e a densidade de Côte-des-Neiges significam que os preços dos aluguéis podem variar amplamente.

Anúncios de imóveis para locação em Côte-des-Neiges

Estações de Metrô: Snowdon, Côte-Saint-Catherine, Plamondon, Côte-des-Neiges, Universitê-de-Montrêal, Edouard-Montpetit

Notre-Dame-de-Grâce (NDG)

Quase sempre referido como “NDG”, este bairro a oeste do centro de Montreal oferece uma boa relação custo-benefício nas proximidades do centro da cidade. Antigas casas de tijolos e avenidas arborizadas dão à área um caráter único e, como muitos bairros de Montreal, NDG se tornou mais gentrificado nos últimos anos. Dividida pela via expressa Decarie, a metade ocidental do NDG fala mais inglês, enquanto o lado oriental é mais francófono.

O centro social de NDG é a Monkland Avenue, com uma variedade de pubs, restaurantes, cafés e lojas para todos os gostos. O lado oeste do NDG fica bem longe do metrô, mas a rota do ônibus 105, começando na estação Vendôme Metro antes de descer a Sherbrooke Street, atende a todo o bairro, que fica entre Montreal Ouest e Westmount.

Anúncios de imóveis para locação em Notre Dame de Grâce

Estações de Metrô: Villa Maria, Vendôme

Hampstead

O status de Hampstead como um município independente, governado separadamente da cidade de Montreal, dá uma sensação diferente dos bairros próximos. Esta é uma área rica, com renda média cerca de 40% mais alta do que a média de Montreal. Hampstead é um dos bairros mais anglófonos de Montreal, sendo o inglês a língua preferida de quase 90% dos residentes.

Anúncios de imóveis para locação em Hampstead

Estações de Metrô: Snowdon

Montreal-Ouest

Montreal Ouest (ou Montreal West) é um bairro predominantemente de língua inglesa que tem a Westminster Avenue como um ponto focal vibrante. Aqui você encontrará uma variedade de empresas locais não franqueadas, dando à área um certo charme e espírito comunitário.

Embora nenhuma estação de metrô de Montreal esteja localizada em Montreal Ouest, seis linhas de ônibus que percorrem o bairro se conectam a estações de metrô. Uma estação de trem suburbano também leva passageiros de e para o centro de Montreal, bem como locais mais a oeste da ilha e além.

Anúncios de imóveis para locação em Montreal Ouest

Côte Saint-Luc

Côte Saint-Luc é um bairro predominantemente de língua inglesa, onde cerca de 40% dos residentes são da comunidade judaica. Foi aqui que o ator William Shatner cresceu. Com gerações de imigrantes se instalando aqui, há muitos restaurantes para todos os gostos. O aluguel na Côte-Saint-Luc pode ser mais acessível do que em bairros próximos.

Anúncios de imóveis para locação em Côte Saint-Luc

Westmount

Anglofones ricos têm dominado Westmount, localizado nas encostas ocidentais do Mount Royal, desde o século XIX, e o bairro mantém uma veia ferozmente independente (alguns dizem esnobe). Longe de Summit Circle, no entanto, a vida se torna um pouco mais normal na rua St-Catherine.

Parques espaçosos, butiques chiques e algumas das escolas particulares mais prestigiosas da cidade atraem imigrantes que têm os meios para sustentar o estilo de vida tradicional de Westmount, mas as acomodações são mais acessíveis perto da Ville-Marie Expressway no extremo sul, perto da estação de metrô Vendôme.

Anúncios de imóveis para locação em Westmount

Estações de Metrô: Vendôme, Atwater

Saint-Henri

Historicamente conhecido como bairro franco-canadense, irlandês e da classe trabalhadora negra de Montreal, Saint-Henri era visto como o oposto do vizinho Westmount antes que a gentrificação se estabelecesse. O Mercado Atwater, um grande mercado de agricultores, fica nas proximidades e o acesso ao centro da cidade é simples.

Anúncios de imóveis para locação em Saint-Henri

Estações de Metrô: Saint-Henri, Lionel-Groulx

Verdun

Verdun
Verdun – Montreal

Anteriormente desprovido de vida noturna, mas agora considerado promissor à medida que mais restaurantes e bares aparecem, Verdun é um bairro seguro e acessível de Montreal, localizado na linha verde do metrô. O alcance de Verdun se estende de um pedaço de terra a sudoeste do centro da cidade até a Ilha de Nun (Isle des sœurs), perto da ilha principal.

Verdun já foi predominantemente anglófono, mas agora tem cerca de dois terços da maioria francófona, com os alófonos (aqueles para os quais o inglês e o francês são sua língua materna) constituindo uma minoria considerável. Verdun está rapidamente se livrando de uma antiga reputação de crime, com a gentrificação permitindo que as pessoas se mudem para cá de outras partes da cidade em busca de espaço, bem como relativa paz e sossego.

Os quartos e apartamentos podem ter um preço baixo, então se você está se mudando com um orçamento apertado ou quer viver com outras famílias jovens, mas não quer viver nos subúrbios, Verdun é uma boa opção a se considerar.

Anúncios de imóveis para locação em Verdun

Estações de Metrô: Lasalle, De L’église, Verdun, Jolicoeur

LaSalle

LaSalle é um grande bairro, onde vivem cerca de 75.000 residentes de Montreal. Os dados demográficos dos idiomas no LaSalle são divididos de maneira bastante uniforme entre francês, inglês e outras línguas, embora a maioria dos laSallians seja bilíngue.

Situado entre LaSalle e a vizinha Verdun, está o Parque Angrignon, um grande parque urbano inspirado nos jardins ingleses do século 19, com caminhos sinuosos e mais de 20.000 árvores. Outras atrações locais incluem o Canal Lachine e o shopping center Angrignon. A parte sul de LaSalle segue a costa do Rio São Lourenço, com algumas vistas deslumbrantes da costa sul.

Anúncios de imóveis para locação em LaSalle

Estações de Metrô: Angrignon

Lachine

Na entrada do Canal de Lachine, entre LaSalle e Dorval, fica Lachine, um bairro de Montreal dividido ao meio pela Autoroute 20. Um trem de passageiros também passa, o que compensa um pouco a falta de uma estação de metrô de Lachine.

Lachine é o lar de muitas famílias jovens, com muitas escolas públicas que atendem às comunidades de língua francesa e inglesa. Imóveis e aluguel em Lachine são mais acessíveis do que muitos outros bairros de Montreal, embora a área seja amplamente desprovida de bares, cafés e restaurantes, então os recém-chegados que desejam essas comodidades podem procurar outro lugar.

Anúncios de imóveis para locação em Lachine

Pointe-Saint-Charles

Situada entre o Rio Saint-Lawrence e o Canal Lachine, Pointe-Saint-Charles atrai novos residentes que querem viver perto de espaços abertos panorâmicos sem sacrificar a proximidade com o centro da cidade.

A recente criação de muitas novas unidades habitacionais, a reciclagem de edifícios industriais em incubadoras de empresas, lofts e condomínios, a reabertura do Canal de Lachine em 2002 como área de lazer e turismo tornaram Pointe-Saint-Charles uma das mais atraentes Bairros de Montreal.

Anúncios de imóveis para locação em Pointe-Saint-Charles

Estações de Metrô: Charlevoix, LaSalle

West Island

Começando em Dorval e estendendo-se pela parte oeste da Ilha de Montreal, há um aglomerado de bairros que, juntos, formam o que é conhecido como Ilha do Oeste. Esses bairros incluem as belas vilas de Point-Claire e St-Anne-de-Bellevue, que ficam de cada lado de Beaconsfield. Outros bairros incluem Kirkland, Pierrefonds e Dollard-des-Ormeaux.

A Ilha Oeste inclui bairros com algumas das maiores concentrações de residentes que falam inglês, não apenas em Montreal, mas em todo o Quebec. Embora no passado muitos habitantes das ilhas ocidentais fossem unilíngues, hoje muito mais são bilíngues.

Duas rodovias principais, a 20 e a 40, passam pela West Island e seus bairros. Deve-se notar, entretanto, que o sistema de metrô de Montreal não chega perto da Ilha Oeste e, portanto, pode ser difícil estabelecer um equilíbrio entre trabalho e vida pessoal sem acesso a um veículo.

Trata-se de uma região linda, com paisagens bem legais da Rive-Sud, a queridinha dos Montrealenses, mas a distância tem um impacto grande se você não trabalha ou estuda por lá. Felizmente uma nova linha de transporte, prevista para 2022 e 2023, o REM, deve resolver grande parte desse problema, mas como ele também virá um aumento substancial dos valores dos imóveis e consequentemente do aluguel.

Anúncios de imóveis para locação em West Island

Laval

Laval
Mall CF Carrefour Laval

Situada ao norte da Ilha de Montreal está Laval, que é tecnicamente uma cidade em si mesma, mas faz parte da Área da Grande Montreal. Laval inclui 14 municípios, com cerca de 423.000 habitantes no total. Destes, mais de um quarto são imigrantes e, não menos importante, foi nosso endereço no primeiro ano de Canadá.

Laval é bem servida por conexões de transporte, incluindo rodovias e três estações do sistema de metrô de Montreal. Embora vista por muito tempo como uma coleção de cidades de subúrbio, Laval diversificou sua economia nos últimos anos, com uma economia local centrada nos setores de tecnologia, farmacêutico, industrial e varejo.

Laval possui muitos laboratórios farmacêuticos, mas também pedreiras e um forte setor agrícola. Laval também possui quatro parques industriais diferentes. Os residentes de Laval têm renda média ligeiramente mais alta do que os residentes da cidade oficial de Montreal.

Em Laval tudo é superlativo, com grandes centros comerciais, cinemas, shoppings e alguns bom centros de diversão indor para que quer fugir do inverno. A única exceção fica por conta das pessoas, dependendo do bairro onde vai morar, densidade demográfica não é um de seus fortes, e esse foi um dos grandes motivos que nos fez sair de lá. Gostamos de movimento e de ver gente, mas Laval não é o tipo de lugar onde ser encontra muito movimento. Acho uma boa para quem tem filhos pequenos ou famílias que gostam de paz e sossego, mas essa não é a nossa praia.

Como dito no inicio, regiões da Grande Montreal fora da ilha tem a desvantagem de não contatarem com o denso sistema de transporte de Montreal, sendo assim, se decidir morar distante das únicas três únicas estações de metrô de Laval, esqueça ficar sem um carro, pois vai lembrar bem do que estou dizendo aqui na hora em que estiver congelando uma parada de ônibus depois de esperar mais de 20 minutos a -25 °C. 

Anúncios de imóveis para locação em Laval

Estações de Metrô: Cartier, de la Concorde, Montmorency

South Shore

South Shore é um termo geral para um conjunto de subúrbios de Montreal situados perto da costa sul do Rio São Lourenço, em frente à Ilha de Montreal. Mais de 750.000 pessoas vivem nesta grande área, com quase 250.000 delas residindo em Longueuil, em frente ao centro de Montreal.

Um bairro de South Shore particularmente popular entre os recém-chegados é Brossard, onde mais de 23 etnias diferentes representam, cada uma, pelo menos um por cento da população.

Atualmente o bairro de Brossard vem sofrendo com a alta especulação imobiliária devido ao REM que irá passar ao longo do bairro. Dessa forma, veremos preços de imóveis bem mais altos que de costume já este ano de 2021.

O South Shore é bem servido por conexões de transporte de e para a Ilha de Montreal e o centro da cidade, com quatro pontes e um túnel que conduz o tráfego de automóveis através do Saint Lawrence. O sistema de metrô de Montreal também se estende até Longueuil. Outro trem leva os passageiros do centro de Montreal a Saint-Lambert em menos de 15 minutos.

Anúncios de imóveis para locação South Shore

Estações de Metrô: Longueuil — Université-de-Sherbrooke

Qual é o melhor lugar para morar em Montreal?

Se pudesse dar uma resposta única e direta a essa pergunta eu diria, o bairro que mais combinar com você e seu estilho de vida.

Dependendo de seus objetivos, o principal fator em sua decisão de onde morar em Montreal pode ser o orçamento, a proximidade com o centro da cidade ou seu local de trabalho, espaços abertos ou alguma outra variável. Adultos mais jovens, casais e estudantes tendem a gravitar em torno de bairros de Montreal, como NDG ou o Plateau, enquanto as famílias consideram as ilhas menos populosas de West Island e South Shore mais atraentes. Claro, essas são generalidades e exceções ocorrem o tempo todo.

Conhecer os vários bairros de Montreal é apenas um aspecto da preparação de sua mudança para Montreal. Explore nosso artigo Guia de cidades Canadá: Vivendo em Montreal para que possa entender a cidade de forma global.

E por favor, se gostou do texto, comente, compartilhe ou deixe suas críticas, terei o maior prazer em responde-las. Se faltou algo que eu não falei, por favor, deixe nos comentários, assim posso incluir no texto depois.

Nos vemos no próximo post onde ainda irei falar sobre infra-estrutura educacional de Colleges e Universidades e Mercado de Trabalho em Montreal. 🍁😉

Inscreva-se em nossa newsletter para receber atualizações constantes sobre o imigração, estudo e carreira no Canadá.

Quer estudar, trabalhar e imigrar para o Canadá com a consultoria número um em processos de pela província do Quebec? Fale conosco clicando aqui.

Modelo de Banner Blog Consultoria Educacional

Conheça um pouco mais sobre nossos serviços entrando em contato conosco ou acessando nossas redes sociais Facebook e Instagram, ou venha tomar um café com a gente, caso esteja em Montreal.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhe
Compartilhar no linkedin
Compartilhe
Compartilhar no telegram
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
VEJA TAMBÉM
SIGA-NOS

Inscreva-se em nossa Newsletter

garota morena apontando para cima
BUSCA
Categorias
PRÓXIMOS EVENTOS
Send Mail 1a

Já se cadastrou?

+10.000 inscritos em nossa newsletter, só falta você.

Information 1

desculpe-nos :(

Sessão indisponível no momento, tente mais tarde.