fbpx
EDUCACAO CANADA - Sistema educacional no Canadá: Seu guia completo

Sistema educacional no Canadá: Seu guia completo

Se você tem considerado a possibilidade de estudar ou morar no Canadá, provavelmente já deve ter ouvido falar que o país possui um dos melhores índices de qualidade educacional do mundo, mas você sabe realmente como ele funciona? Da alfabetização até um doutorado, como são ordenadas essas etapas? Como os diplomas são divididos? A educação é administrada pelo governo federal ou províncias do país? Se você procura respostas para essas e outras questões ligadas ao sistema educacional canadense, este artigo é para você.


Alguns fatos sobre o Canadá

Se vamos falar sobre a educação no Canadá, nada mais justo do que começar trazendo informações relevantes sobre sua geografia, densidade demográfica e de como seu governo administra seus recursos humanos e financeiros para manter o país na vanguarda da educação mundial.

  • O Canadá é o segundo maior país do mundo – quase 10 milhões de quilômetros quadrados, perdendo apenas para Russia.
  • Em outubro de 2008, a população era de 33,4 milhões. (Hoje 37,6 milhões)
  • A densidade populacional é de apenas cerca de 3,5 pessoas por quilômetro quadrado.
  • A população não está distribuída uniformemente pelo território, pois dois em cada três canadenses vivem a 100 quilômetros da fronteira sul com os Estados Unidos.
  • Mais de 80% da população vive em centros urbanos.
  • Quarenta e cinco por cento da população vive em apenas seis áreas metropolitanas.

Fonte: Statistics Canadá.

Responsabilidade pela Educação no Canadá

Responsabilidade

Nas 13 jurisdições – 10 províncias e 3 territórios – os departamentos ou ministérios da educação são responsáveis ​​pela organização, entrega e avaliação da educação nos níveis fundamental e médio, pela educação técnica e profissional e pela educação pós-secundária.

Algumas jurisdições têm departamentos ou ministérios separados, um com responsabilidade pelo ensino fundamental e outro pela educação pós-ensino médio e treinamento de habilidades. Um número crescente de jurisdições colocou a aprendizagem e o desenvolvimento na primeira infância sob a égide da educação.

Diferenças Regionais no Canadá

Embora existam muitas semelhanças nos sistemas de educação provinciais e territoriais em todo o Canadá, existem diferenças significativas no currículo, avaliação e políticas de responsabilidade entre as jurisdições que expressam a geografia, história, idioma, cultura e correspondentes necessidades especializadas das populações servido. A natureza abrangente, diversificada e amplamente acessível dos sistemas educacionais no Canadá reflete a crença da sociedade na importância da educação.

Tendo dito isso, planejar um programa de estudos no Canadá exige um conhecimento bem abrangente sobre as características de cada uma das províncias que pretende residir, mesmo que temporariamente. Esse conhecimento prévio será muito útil em qualquer fase de sua vida estudantil e profissional, seja para escolha de um High School para seus filhos ou um mestrado para você mesmo.

Financiamento Educacional no Canadá

A título de referência, vamos trazer dados sobre o investimento em educação no Canadá com base no Relatório do Programa Pan-Canadense de Indicadores de Educação 2007. Sei que os dados possuem uma defasagem razoável, entretanto, sua essa abordagem se faz necessária para criarmos uma linha do tempo no decorrer deste post.

Essa observação é importante, pois trás a tona uma grande verdade sobre esforço canadense em focar no investimento para educação, e isso fica bem claro quando pesamos que o Canadá não chegou no nível em que está com apenas alguns poucos anos de investimento, isso vem ocorrendo há mais de 50 anos.

Tome como exemplo os anos de 2005 e 2006, onde os gastos públicos com educação dos governos provinciais, territoriais, federais e locais chegaram a CAD$ 75,7 bilhões, aplicados em todos os níveis de educação, o que representou 16,1% do total dos gastos públicos. Deste total:

  • CAD$ 40,4 bilhões foram para o ensino fundamental e médio.
  • CAD$ 30,6 bilhões para educação pós-secundária.
  • CAD$ 4,6 bilhões para outros tipos de educação, como reciclagem especial e treinamento de idiomas para recém-chegados.

Estrutura dos Sistemas Educacionais no Canadá

Função do governo (Provincial)

A educação pública é fornecida gratuitamente a todos os canadenses que atendam a vários requisitos de idade e residência. Cada província e território tem um ou dois departamentos / ministérios responsáveis ​​pela educação, chefiados por um ministro que quase sempre é um membro eleito da legislatura e nomeado para o cargo pelo líder do governo da jurisdição.

O gráfico a seguir ilustra a estrutura do sistema educacional em cada jurisdição nos níveis elementar, secundário e pós-secundário.

Quadro comparativo canada - Sistema educacional no Canadá: Seu guia completo
Quadro Resumo do sistema educacional canadense. Fonte: CMEC

Os vice-ministros, que pertencem à função pública, são responsáveis ​​pelo funcionamento dos departamentos. Os ministérios e departamentos fornecem gestão educacional, administrativa e financeira e funções de apoio escolar, e eles definem os serviços educacionais a serem fornecidos e as políticas e estruturas legislativas para a educação na jurisdição.

Governança Local (Cidade, Distrito ou Bairro)

A governança local da educação é geralmente confiada a conselhos escolares, distritos escolares, divisões escolares ou conselhos distritais de educação. Seus membros são eleitos por votação pública. O poder delegado às autoridades locais fica a critério dos governos provinciais e territoriais e geralmente consiste na operação e administração (incluindo financeira) do grupo de escolas dentro de seu conselho ou divisão, implementação do currículo, responsabilidade por pessoal, matrícula de alunos e início de propostas para novas construções ou outras despesas de capital importantes.

Na província do Quebec essa administração fica a cargo das Comissões Escolares. Este é o primeiro lugar que deve procurar para matricular seus filhos (5 a 17 anos) quando definir o bairro onde vai morar. Tomando como base em sua localização geográfica na cidade, a própria comissão irá definir a escola adequada para seu filho. Todavia, esta regra se aplica apenas a escolas públicas. Em breve traremos mais duas matérias especiais guiando você na escolha do bairro e escola para seus filhos antes de chegar.

Escolas e matrículas no Canadá

De acordo com dados da Statistics Canada, existem aproximadamente 15.500 escolas no Canadá:

  • 5.068.587 – O número total de alunos matriculados em programas públicos de ensino fundamental e médio no Canadá em 2015/2016, continuando com uma leve tendência de aumento observada desde 2011/2012.
  • 97% dos jovens de 15 anos frequentavam a escola em 2015/2016.
  • 428.625 – O número de alunos do ensino fundamental matriculados em programas de imersão no idioma francês em 2015/2016.
  • 721.100 – O número total de professores, professores e conselheiros no Canadá em 2017.
  • 743, esse é número médio de horas ministradas por professores do ensino médio (geralmente da 10ª à 12ª série) no Canadá em 2014/2015, em comparação com a média de 662 horas para os países da OCDE.
  • CAD$ 1.688 – Representou a despesa média com educação por todas as famílias no Canadá em 2016.

Educação em línguas minoritárias:

O Canadá é um país bilíngue e a constituição reconhece o francês e o inglês como suas duas línguas oficiais. De acordo com o Censo de 2006, mais de 85% dos canadenses de língua materna francesa vivem na província de Quebec: os direitos da língua minoritária dos estudantes de língua francesa que vivem fora da província de Quebec e dos alunos de língua inglesa que vivem na província de Quebec está protegido pela Carta Canadense de Direitos e Liberdades.

A Carta define as condições sob as quais os canadenses têm o direito de acessar a educação com financiamento público em qualquer uma das línguas minoritárias. Cada província e território estabeleceu conselhos escolares de língua francesa para administrar as escolas de língua francesa primária. Na província de Quebec, a mesma estrutura se aplica à educação em escolas de inglês como língua materna.

Leia também: “Quebec: Por que escolher esta província para imigrar?”

Para resumir, com exceção das escolas privadas, onde é possível escolher se a educação de seu filho será ministrada em francês ou inglês ou em ambas, todas as instituições públicas de ensino fundamental, primário e secundário no Quebec adotam o francês para todas a disciplinas.

Há também instituições públicas anglofônicas (ministram aulas em inglês) disponíveis no Quebec para grupo de exceções como: filhos de residentes temporários ou permanentes onde o inglês é o idioma oficial do país de origem, cidadãos canadenses cuja família seja descendente de anglofônicos além de outros casos). Iremos falar disso em detalhes em outro post no futuro.

Fontes de Financiamento

O financiamento público para a educação vem diretamente do governo provincial ou territorial ou por meio de uma combinação de transferências provinciais e impostos locais coletados pelo governo local ou pelos conselhos com poderes tributários. Os regulamentos provinciais e territoriais, revisados ​​anualmente, fornecem a estrutura de concessão que define o nível de financiamento para cada conselho escolar com base em fatores como o número de alunos, necessidades especiais e localização.

Na província do Quebec, por exemplo, há uma imposto anual para os proprietários de imóveis chamada de Taxa Escolar. Esta deve ser paga independente do proprietário ter filhos em idade escolar ou não. Esse tributo seria o nosso equivalente no Brasil ao IPTU, só que com uma destinação bem clara. Este percentual pode variar de acordo com o número de escolas e alunos em razão do número imóveis de cada distrito.

Educadores no Canadá

Em 2004-2005, os sistemas de ensino fundamental e médio do Canadá empregavam cerca de 310.000 educadores (hoje esse número esta na casa dos 730 mil), a maioria dos quais com quatro ou cinco anos de estudos pós-secundários. Esses educadores são principalmente professores, mas diretores, vice-diretores e pessoal profissional não docente, como consultores e conselheiros, também estão incluídos.

Eles são licenciados pelos departamentos provinciais e territoriais ou ministérios da educação. A maioria dos professores do ensino médio tem especialização em disciplinas nos cursos que ministram.

Note que os números mostram um incremento de mais de 200% no número de profissionais da educação Canadense em pouco mais de 15 anos. Pode parecer mentira, mas este número ainda esta longe de ser ideal aqui, haja visto que é comum escutar nos meios de comunicação locais sobre a necessidade de contratar profissionais de educação, pois muitos estão se aposentando e aumentando o deficit.

Educação Infantil ou Pré-Elementar

Cada jurisdição oferece programas de jardim de infância, sejam de dia inteiro ou meio período, obrigatórios ou voluntários. Oito jurisdições oferecem jardim de infância em período integral para todas as crianças de cinco anos.

Se você tem planos de imigrar com filhos menores de 5 anos tenha em mente que boa parte do Canadá não possui financiamento púbico para creches (Daycares ou Garderies), isso significa que você terá de incluir em seu orçamento valores a partir de CAD$ 40.00 / dia (em média) para cada filho até que ele possa ingressar na escola pública. Algumas províncias como o Quebec subsidiam as chamadas creches familiares, nestas é possível pagar valores a partir de CAD$ 8.00, mas não espere achar vagas com facilidade.

Mesmo com este alto custo inicial nas creches privadas, a boa a notícia é que o governo inclui famílias de baixa renda (menos de CAD$ 40 mil / ano) num programa de auxilio, uma espécie de bolsa. Dessa forma, o valor pago nos primeiros anos de creche pode ser restituído através do imposto de renda.

Educação primária no Canadá

As idades para a escolaridade obrigatória variam de uma jurisdição para outra, mas a maioria exige a frequência escolar dos 6 aos 16 anos. Em alguns casos, a escolaridade obrigatória começa aos 5 anos e, em outros, se estende até os 18 anos ou a graduação na escola secundária. Na maioria das jurisdições, as escolas primárias cobrem de seis a oito anos de escolaridade. Quase 98% dos alunos do ensino fundamental passam para o nível médio.

OFERTAS

Black Friday

CURSOS DE IDIOMAS COM ATÉ 40% OFF

PROMOÇÃO VÁLIDA ATÉ 30 DE NOVEMBRO (ESCOLAS CREDENCIADAS) 

QUERO RECEBER

Currículo no Ensino Fundamental

O currículo do ensino fundamental enfatiza as disciplinas básicas de linguagem, matemática, estudos sociais, ciências, saúde e educação física e artes introdutórias; algumas jurisdições incluem o aprendizado de uma segunda língua. Em muitas províncias e territórios, cada vez mais atenção está sendo dada à alfabetização, especialmente no caso dos meninos, pois os resultados dos testes mostraram que seu desempenho está ficando atrás do das meninas na linguagem.

Educação secundária no Canadá

A escola secundária cobre os últimos quatro a seis anos da escolaridade obrigatória. A taxa de conclusão do ensino médio em 2016 foi de 79,3%, com 80,8% das meninas e 77,7% dos meninos se formando. A taxa geral de graduação permaneceu relativamente estável, enquanto a taxa de abandono de longo prazo diminuiu à medida que os alunos mais velhos concluem o ensino médio. Em 2016, a taxa de evasão (definida como 20 a 24 anos de idade sem diploma do ensino médio e fora da escola) caiu para 10 por cento.

Currículo no ensino médio

Nos primeiros anos, os alunos frequentam, na sua maioria, disciplinas obrigatórias, com algumas opções. A proporção de opções aumenta nos últimos anos, de modo que os alunos podem fazer cursos de especialização para se preparar para o mercado de trabalho ou para atender aos diferentes requisitos de admissão das instituições de ensino superior.

ESCOLA SECUNDARI CANADA - Sistema educacional no Canadá: Seu guia completo
 Escola secundária Notre-Dame-de-la-Joie, cidade de Gatineau, Quebec.

Os diplomas do ensino médio são concedidos a alunos que concluam o número necessário de cursos obrigatórios e opcionais. Na maioria dos casos, os programas vocacionais e acadêmicos são oferecidos nas mesmas escolas secundárias; em outros, os programas técnicos e vocacionais são oferecidos em centros de treinamento vocacional separados e dedicados.

Para os alunos com interesse em uma atividades profissional específica, programas com duração variando de menos de um ano a três anos são oferecidos, muitos deles levando a diplomas e certificados.

Escolas separadas e particulares no Canadá

A legislação e as práticas relativas ao estabelecimento de sistemas educacionais separados e instituições educacionais privadas variam de jurisdição para jurisdição. Três jurisdições prevêem sistemas escolares separados apoiados por impostos que incluem tanto o ensino fundamental quanto o médio.

Esses sistemas escolares separados refletem o direito constitucionalmente protegido à educação religiosa para católicos romanos ou protestantes, quando cada grupo é a minoria religiosa em uma comunidade. Os sistemas escolares públicos e separados com financiamento público atendem a cerca de 93% de todos os alunos no Canadá.

O Canadá formou 381,612 alunos no ensino apenas no médio em 2017, desses:

  • 344.724 em escolas públicas (90% do total)
  • 36,888 em escolas privadas (10% do total)

Seis jurisdições fornecem financiamento parcial para escolas privadas se determinados critérios, que variam entre as jurisdições, forem atendidos. Nenhum financiamento para escolas privadas é fornecido em outras jurisdições, embora ainda possam ser regulamentadas.

Ao contrário do Brasil, nota-se que o papel da estado em fornecer educação pública de qualidade é muito mais efetivo no Canadá, uma vez que o escolas particulares são normalmente reservadas a uma camada social no Canadá de maior poder aquisitivo (10%), pois podem custar o mesmo que uma boa Universidade aqui.

Apesar de haver uma tênue diferença em seus currículos, mas considerável em termos de infraestutura de suas instalações, as escolas privadas ainda não conseguem atingir o nível de excelência das chamadas escolas internacionais (públicas). Essas sim são o sonho de consumo para os canadenses. Iremos falar mais sobre este assunto em breve.

Educação pós-secundária no Canadá

O Canadá ocupou o primeiro lugar – em 2017, na classificação dos países da OCDE por proporção da população de 25 a 64 anos que concluiu o ensino superior.

Variedade de instituições

A educação pós-secundária está disponível em instituições mantidas pelo governo e privadas, que oferecem graus, diplomas, certificados e atestados, dependendo da natureza da instituição e da duração do programa. O ambiente pós-secundário evoluiu durante os últimos anos, visto que as universidades não são mais as únicas instituições que concedem diplomas em algumas jurisdições.

Uma instituição pós-secundária reconhecida é uma instituição privada ou pública que recebeu autoridade total para conceder graus, diplomas e outras credenciais por um ato público ou privado da legislatura provincial ou territorial ou por meio de um mecanismo de garantia de qualidade determinado pelo governo.

Número de instituições

O Canadá tem 163 universidades públicas e privadas reconhecidas (incluindo escolas de teologia) e 183 faculdades e institutos públicos reconhecidos, incluindo aqueles que concedem diplomas aplicados e de bacharelado. Além das instituições reconhecidas, há 68 instituições de nível universitário e 51 de nível universitário operando como instituições autorizadas, nas quais apenas programas selecionados são aprovados em programas de garantia de qualidade estabelecidos pela província.

Financiamento no pós-secundário canadense

O Statistics Canada informou que os gastos públicos com educação pós-secundária em 2005–06 foram de CAD$ 30,6 bilhões. Compondo esse montante podemos dividir a participação conforme dados a seguir:

  • O financiamento do governo federal, provincial, territorial e municipal, incluindo financiamento para pesquisa, foi responsável por 54,2% da receita, embora tenha variado de 38,4 % na Nova Escócia a 68,1% em Quebec
  • As taxas pagas dos alunos representaram mais de 20 por cento do total
  • Legados, doações, subsídios não governamentais, vendas de produtos e serviços e investimentos geraram outros 25%.

*Dados mais recentes serão atualizados em breve.

Taxas escolares (Tuition Fees)

Os custos das mensalidades nas universidades foram em média de CAD$ 6.500 em 2019-2020 (para residentes ou cidadãos canadenses), com taxas de estudantes internacionais para um programa de graduação na média de CAD$ 16.000 anuais (Valores podem variar muito de acordo com a província).

Em faculdades e institutos (Colleges ou Cegeps) nas nove províncias fora de Quebec, a mensalidade média era de cerca de CAD$ 2.400 (os residentes de Quebec não pagam mensalidades universitárias). A educação também é financiada por meio do dinheiro que os governos transferem para estudantes individuais por meio de empréstimos, bolsas e créditos fiscais para educação.

Tendências de frequência e graduação no Canadá

A participação no ensino superior cresceu significativamente nos últimos anos, seja medida pelo número de matrículas ou pela proporção da população em qualquer faixa etária que está cursando faculdade ou universidade. Embora as mulheres continuem a ser a maioria dos alunos nos campus das universidades e faculdades, elas ainda são minoria nas profissões especializadas.

OFERTAS

Black Friday

CURSOS DE IDIOMAS COM ATÉ 40% OFF

PROMOÇÃO VÁLIDA ATÉ 30 DE NOVEMBRO (ESCOLAS CREDENCIADAS) 

QUERO RECEBER

Em 2016-2017, as matrículas universitárias aumentaram em 14.484 em comparação com o ano anterior, e vêm aumentando há quase duas décadas. O maior número de estudantes universitários matriculados em matemática, informática e ciências da informação (+5.142) e arquitetura, engenharia e tecnologias relacionadas (+4.149) liderou o aumento em 2016/2017.

Leia também: “College ou Universidade no Canadá: Qual caminho seguir?”

Nas faculdades, as matrículas aumentaram em 9.702 de 2015/2016 para 2016/2017. Negócios, gestão e administração pública (+5.796) registraram o maior ganho em matrículas em faculdades, seguidos por matemática, computação e ciências da informação (+3.354).

Governança Universitária

As universidades com financiamento público são amplamente autônomas; eles definem seus próprios padrões de admissão e requisitos de graduação e têm flexibilidade considerável na gestão de seus assuntos financeiros e ofertas de programas. A intervenção do governo é geralmente limitada a financiamento, estruturas de taxas e a introdução de novos programas.

CAMPUS DA UNIVERSIDADE MCGUILL - Sistema educacional no Canadá: Seu guia completo
Campus da Universidade McGuill, Montreal, Quebec

A maioria das universidades canadenses tem um sistema de governança de dois níveis, que inclui um conselho de governadores e um senado. Os conselhos geralmente são encarregados de questões financeiras e políticas gerais. Os senados acadêmicos são responsáveis ​​por programas, cursos, requisitos de admissão, qualificações para diplomas e planejamento acadêmico. Suas decisões estão sujeitas à aprovação do conselho. Os alunos são frequentemente representados em ambos os órgãos, assim como ex-alunos e representantes da comunidade em geral.

Atividades Universitárias

A maioria das instituições que concedem diplomas no Canadá concentra-se em ensino e pesquisa. Em 2014, as universidades canadenses realizaram US $ 13 bilhões em pesquisa e desenvolvimento, cerca de 40% do total nacional. Ensinar é a outra função-chave, seja nas pequenas universidades de artes liberais que concedem apenas diplomas de graduação ou nas grandes instituições abrangentes.

A inscrição varia de cerca de 2.000 alunos em algumas instituições a uma matrícula em tempo integral de mais de 62.000 na Universidade de Toronto, a maior universidade de língua inglesa do Canadá.

Programas universitários no Canadá

Existem mais de 10.000 programas de graduação e pós-graduação oferecidos nas universidades canadenses, bem como programas de graduação profissional e certificados. A maioria das instituições oferece ensino em inglês ou francês; outros oferecem instrução em ambas as línguas oficiais. Em 2013, as universidades canadenses empregavam cerca de 65.000 membros do corpo docente em tempo integral.

Graus universitários

As universidades e faculdades se concentram em programas de graduação, mas também podem oferecer alguns diplomas e certificados, muitas vezes em designações profissionais. Os graus universitários são oferecidos em três níveis consecutivos:

Graduação de nivel superior

Os alunos ingressam no nível de bacharelado depois de concluírem com sucesso o ensino médio ou o programa do cégep de dois anos em Quebec. A maioria das universidades também tem requisitos especiais de entrada e caminhos para alunos adultos.

Os graus de bacharelado normalmente requerem três ou quatro anos de estudo em tempo integral, dependendo da província e se o programa é geral ou especializado.

Pós-graduação

  • Um mestrado normalmente requer dois anos de estudo após o bacharelado.
  • Para um doutorado, três a cinco anos de estudo e pesquisa adicionais, mais uma dissertação são os requisitos normais.

O Canadian Degree Qualifications Framework descreve os níveis de graduação em mais detalhes. Em profissões regulamentadas, como medicina, direito, educação e serviço social, geralmente é necessário um estágio para obter uma licença para exercer a profissão.

Presença e graduação em faculdades e institutos no Canadá

Colleges and Institutes Canada relatou que, em 2004-05, a matrícula em faculdades e institutos públicos em tempo integral foi de quase 515.000 alunos em programas de crédito. Incluindo alunos de meio período e período integral, havia cerca de um milhão de alunos em programas de crédito e cerca de 500.000 em programas sem crédito. Pouco mais de 173.000 alunos se formaram em faculdades e institutos públicos em 2004-05.

Governança em faculdades e institutos

Em faculdades e institutos com financiamento público, o envolvimento do governo pode se estender às políticas de admissão, aprovação de programas, currículos, planejamento institucional e condições de trabalho.

SALA COLLEGE LA SALE - Sistema educacional no Canadá: Seu guia completo
Sala de aula do College La Sale, Montreal, Quebec

A maioria das faculdades tem conselhos de governadores nomeados pelo governo provincial ou territorial, com representação do público, estudantes e instrutores. O planejamento do programa incorpora contribuições de representantes comerciais, industriais e trabalhistas nos comitês consultivos da faculdade.

Atividades da faculdade (Colleges ou Cegeps)

Existem milhares de faculdades e institutos públicos e privados no Canadá. Destes, mais de 150 são faculdades e institutos públicos reconhecidos. Essas instituições educacionais podem ser chamadas de faculdades públicas, institutos especializados, faculdades comunitárias, institutos de tecnologia, faculdades de artes aplicadas e tecnologia ou cégeps. As faculdades particulares são geralmente chamadas de faculdades de carreira.

Programas universitários

Faculdades e institutos oferecem uma variedade de programas vocacionais em uma ampla variedade de campos profissionais e técnicos, incluindo negócios, saúde, artes aplicadas, tecnologia e serviços sociais. Algumas das instituições são especializadas e oferecem treinamento em um único campo, como pesca, artes, tecnologia paramédica e agricultura.

Leia também: “Tipos de diplomas no Quebec”

As faculdades também oferecem programas de alfabetização e atualização acadêmica, programas de pré-emprego e pré-aprendizagem e as partes presenciais dos programas de aprendizagem registrados. Além disso, muitos workshops diferentes, programas curtos e atualizações para trabalhadores e profissionais qualificados são disponibilizados.

Credenciais da faculdade

Os diplomas são geralmente concedidos para a conclusão bem-sucedida de programas de faculdade e instituto de dois e três anos, enquanto os programas de certificação geralmente levam até um ano. Diplomas universitários e graus aplicados são oferecidos em algumas faculdades e institutos, e outros oferecem programas de transferência universitária.

OFERTAS

Black Friday

CURSOS DE IDIOMAS COM ATÉ 40% OFF

PROMOÇÃO VÁLIDA ATÉ 30 DE NOVEMBRO (ESCOLAS CREDENCIADAS) 

QUERO RECEBER

Les collèges d’enseignement général et professionnel (cégeps) em Quebec oferecem uma escolha de programas acadêmicos de dois anos que são pré-requisitos para o estudo universitário ou programas técnicos de três anos que preparam os alunos para o mercado de trabalho ou para estudos pós-secundários.

Faculdades em suas comunidades no Canadá

As faculdades trabalham em estreita colaboração com os setores de negócios, indústria, mão-de-obra e serviços públicos na prestação de serviços de desenvolvimento profissional e programas especializados e, de forma mais ampla, com suas comunidades para elaborar programas que reflitam as necessidades locais.

Avaliação e reconhecimento de aprendizagem prévia

Cerca de 80 por cento das faculdades também reconhecem avaliação e reconhecimento de aprendizagem anterior (PLAR) em pelo menos alguns de seus programas. Algumas universidades também o reconhecem, e um número crescente de províncias oferece PLAR para adultos no nível do ensino médio. PLAR é um processo que ajuda os adultos a demonstrar e obter reconhecimento pelo aprendizado que adquiriram fora dos ambientes de educação formal.

A titulo de esclarecimento, o PLAR no Canadá seria o equivalente ao programa de supletivo disponível no Brasil aos adultos que não completaram o seu segundo grau, mas desejam cursar uma Universidade.

Educação e treinamento vocacional no Canadá

Provedores Públicos

A educação profissionalizante se refere a um programa de vários anos ou uma série de cursos que fornecem instrução especializada em uma habilidade ou um ofício com a intenção de conduzir o aluno diretamente a uma carreira ou programa baseado nessa habilidade ou comércio.

É oferecido em escolas secundárias e no nível pós-secundário em faculdades e institutos públicos, faculdades privadas com fins lucrativos e no local de trabalho, por meio de programas de aprendizagem.

No nível secundário, os programas vocacionais podem ser oferecidos em escolas especializadas separadas ou como programas opcionais em escolas que oferecem cursos acadêmicos e vocacionais. Os programas da escola secundária preparam o aluno para o mercado de trabalho, um programa pós-secundário ou um estágio. O papel das faculdades públicas foi descrito acima.

Provedores privados

As faculdades (Colleges ou Cegeps) privadas podem ser licenciadas por governos provinciais ou podem operar como entidades não licenciadas. Eles podem receber algum financiamento público, mas são em grande parte financiados por taxas de matrícula e programas de oferta em áreas como negócios, ciências da saúde, serviços humanos, artes aplicadas, tecnologia da informação, eletrônica, serviços e comércio.

Os programas geralmente requerem um ou dois anos de estudo, embora algumas faculdades particulares de carreira ofereçam programas de duração mais curta. Particularmente na província do Quebec, é possível aderir ao programa de Permissão de Trabalho Pós-graduação (PGWP) estudando em instituições privadas.

Leia Também: “PGWP: Vantagens oferecidas ao estudante no Canadá

Educação de adultos e treinamento de habilidades no Canadá

Os programas de aprendizagem no Canadá geralmente são voltados para adultos, com os jovens se envolvendo cada vez mais em algumas jurisdições. A indústria relacionada é responsável pelo treinamento prático, fornecido no local de trabalho, e a instituição de ensino fornece os componentes teóricos.

Os registros de aprendizes têm mostrado um aumento constante, chegando a quase 350.000 em 20012. Os maiores aumentos ocorreram no ramo de construção civil. Muitas instituições, governos e grupos estão envolvidos na oferta de programas de educação de adultos e treinamento de habilidades, com os provedores variando de acordo com a jurisdição.

As faculdades oferecem educação de adultos e treinamento de habilidades para a força de trabalho; os departamentos governamentais responsáveis ​​pela alfabetização, treinamento de habilidades, aprendizagem de um segundo idioma e outros programas para adultos podem fornecer programas eles próprios ou financiar órgãos educacionais formais e não-formais para desenvolver e implementar os programas. Algumas jurisdições estabeleceram centros dedicados à aprendizagem de adultos.

Ensino de Línguas no Canadá

Refletindo sua história e cultura, o Canadá adotou a Lei de Línguas Oficiais, aprovada pela primeira vez em 1969 e revisada em 1988, que estabeleceu o francês e o inglês como línguas oficiais do Canadá e proporcionou o apoio às populações minoritárias inglesas e francesas.

De acordo com o Censo de 2006, 67,6% da população fala apenas inglês, 13,3% fala apenas francês e 17,4% falam francês e inglês. A população de língua francesa está concentrada em Quebec, enquanto cada uma das outras províncias e territórios tem uma população minoritária de língua francesa. A única exceção a regra esta em Montreal, cuja população se declarou bilingue em mais de 60% no censo de 2016. u Quebec tem uma população minoritária que fala inglês. A única

A política de língua oficial do governo federal e os programas de financiamento incluem fazer contribuições para dois componentes relacionados à educação – ensino de línguas minoritárias e ensino de segunda língua. Por meio do Programa de Línguas Oficiais na Educação, o governo federal transfere recursos para essas atividades às províncias e territórios com base em acordos bilaterais e gerais que respeitam as áreas de responsabilidade e as necessidades específicas de cada jurisdição.

No Quebec, em especial há um programa subsidiado pela província chamado de Francisação cuja finalidade é prover aos imigrantes uma melhor integração no mercado de trabalho através do aperfeiçoamento do idioma francês. Este programa fornece um auxilio financeiro suplementar aos estudantes internacionais bem como a todo imigrante em processo de residência permanente na província.

Fontes: Conselho de Ministros da Educação do Canadá (CMEC) e Statistics Canada

Concluindo

Acho que com todos os tópicos abordados neste artigo podemos dizer que a educação é mesmo um assunto levado muito a sério pelo o governo canadense. Acredito também que ficaram claras as muitas razões pelas quais o Canadá continua figurando em rankings internacionais como um dos melhores lugares no mundo para educar os filhos.

A preocupação do estado em gerir, de forma autônoma, seus próprios recursos para educação fica evidente quando vemos que o governo canadese administra isso de acordo com suas necessidades regionais e culturais e não de forma centralizada. É importante frisar que estados (províncias no Canadá) possuem necessidades de formação para mão de obra especializada que devem ser atendidas conforme o mercado demanda localmente.

Cada província, cidade e distrito faz como pode para atrair novos moradores (canadenses ou não) oferencendo uma educação de qualidade para preparar os futuros trabalhadores locais, e isso faz toda a diferença. Não dá para esperar que o governo federal seja responsável por resolver todos os problemas de um país com tantos contrastes regionais.

E onde nós imigrantes nos encaixamos nisso tudo? Para explicar bem isso recomendo que leia este artigo aqui: “Estudo: Dados surpreendentes sobre crianças imigrantes que se tornam adultos no Canadá”

Precisa de ajuda para definir seu plano Canadá? Quer tirar seu projeto do papel? Não sabe para qual província imigrar? Precisa de orientação para escolher o curso que mais se encaixa eu seu perfil? Se você ainda não tem essas repostas, entre em contato conosco e descubra como.

 

Conheça um pouco mais sobre nossos serviços entrando em contato conosco ou acessando nossas redes sociais Facebook e Instagram, ou venha tomar um café com a gente, caso esteja em Montreal.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: