Vivendo em Montreal: Falando o francês | Neway for you

Vivendo em Montreal: Falando o francês

135 views

Seja porque quer estudar, trabalhar ou viver na província do Quebec, saiba que o idioma francês tem uma profunda relação com Montreal, assim, se você realmente deseja obter o máximo que esta cidade tem a oferecer, considere aprender o francês ou aprimorar suas habilidades neste idioma tão cheio de charme. Esse é mais um post da série guia de cidades canadenses.
Atualizado em: 17 de junho de 2021
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Nem todos são bilíngues em Montreal

Ok, quem já assistiu algum de meus videos ou palestras no YouTube já deve ter ouvido uma de minhas afirmações mais recorrentes, a de que “é possível estudar, trabalhar ou até mesmo viver em Montreal falando apenas o inglês”. De fato, essa possibilidade existe, mas tudo vai depender de seu objetivo em Montreal.

Por exemplo, se você é um trabalhador estrangeiro, em caráter temporário, cuja empresa onde trabalha predomina a comunicação em inglês, o fato de não saber falar francês será de longe um problema, desde que não tenha a intenção de imigrar através de algum programa de imigração da província do Quebec. O mesmo ocorre com estudantes internacionais que queiram fazer um intercâmbio de idiomas ou cursar um college ou Universidade anglofônica (quer dizer, que ministra programas de estudo apenas em inglês).

Quer saber como a cidade Montreal está dividida entre quem fala inglês ou francês? Leia este post aqui Guia de bairros: Onde morar em Montreal

Como disse no início, tudo vai depender seu objetivo e status por aqui. Para que você possa entender melhor essa dinâmica de idiomas, trago alguns fatos importantes sobre Montreal e sua relação com o francês.

Cerca de 70% dos residentes de Montreal falam francês como sua língua principal em casa, e o francês é a única língua oficial na província de Quebec.

Muitos outros falam o idioma francês diariamente para trabalhar e se socializar, embora a maioria dos moradores de Montreal também fale inglês, além de se sentir confortável em um terceiro idioma.

Interagir com a língua francesa faz parte do cotidiano de Montreal e logo você vai inserir expressões com “bonjour! comment ça va?” no seu dia a dia, mesmo sem conhecer o idioma. Vai tipo no automático.

Está se achando por que estudou francês da França? Espere até falar com um nativo de Quebec

O francês do Quebec não é um dialeto separado, mas os sotaques que você vai ouvir são bem diferentes de tudo o que se ouve na Europa ou em seu curso de francês padrão. Algumas gírias e expressões idiomáticas são exclusivas do francês de Quebec ou como eles mesmos o intitulam, francês québécois.

Historiadores e especialistas em linguística afirmam que o francês falado no Quebec tem muitas características do mesmo francês falado há séculos atrás, quando o Quebec, ainda colônia francesa, recebia muitos colonos para explorar e povoar esse novo mundo. Acredita-se que esta é uma das razões mais fortes para o que o idioma tenha um sotaque caraterístico de cidades do interior da França, onde as orações sofrem grandes encurtamentos na comunicação oral. Algo como nosso caipira do interior no Brasil.

Esse primo pobre do francês standard (ou francês falando na França) também sofreu muitas influências do inglês canadense, por isso, não é estranho escutar muitos anglicismos em meio a uma conversa por aqui.

LEIA TAMBÉM: Guia de cidades Canadá: Vivendo em Montreal

Outra curiosidade que você logo vai notar, é que muitos moradores bilíngues de Montreal conversam tão naturalmente misturando os dois idiomas que esse hábito acabou criando uma terceira língua, o franglais.

Você vai ouvir coisas como: ‘Hey man, comment était le pub hier soir?’, ‘Vraiment cool! Your friend Mathieu was there, avec sa nouvelle girl. Il dit hello.’

Brincadeiras a parte, seus meses ou anos estudando francês não serão perdidos se escolher viver na província do Quebec. Os quebecos (apelido carinhoso dos québécois) entenderão seu francês perfeitamente, pois é o mesmo que eles aprendem na escola. Entende-los logo de cara já é outra história, mas você logo pega o jeito.

Quer estudar no Canada?

Inscreva-se agora e receba nosso guia completo para estudantes internacionais. Da escolha da escola até a residência permanente, tudo o que você precisa saber.

Montreal, francês e empregos

O emprego na indústria de serviços (ou seja, bar / restaurante), ou em empresas que trabalham principalmente com uma clientela internacional podem exigir apenas um conhecimento limitado de francês, ou mesmo nenhum a depender da região de Montreal onde vai trabalhar. No entanto, qualquer pessoa que aspire se mudar para Montreal por motivos de carreira deve estar ciente de que o francês não é apenas um trunfo, mas geralmente uma necessidade.

É comum você ser atendido num bar, restaurante ou loja onde nem todos falam os dois idiomas, então, sempre tem aquele funcionário bilíngue que é chamado para dar uma mão nessa hora. Saida que, certamente, esse é o funcionário que ganha mais entre seus colegas, pois como mencionei, falar o francês acaba se tornando uma necessidade a medida que mais portas profissionais se abrem.

Quer saber como a cidade Montreal está dividida entre quem fala inglês ou francês? Leia este post aqui Guia de bairros: Onde morar em Montreal

Requisitos como “Perfectly bilingual both verbally and in writing” são cada vez mais comuns em ofertas de emprego para Montreal, sobretudo para cargos operacionais de alto nível, assim como de gestão, então, se pretende dar aquele UP em sua carreira numa das cidades do Canadá com a melhor relação custo beneficio, comece a estudar o francês para ontem.

LEIA TAMBÉM: Empregos bilíngues no Canadá: quais funções exigem francês e inglês?

Em uma pesquisa recente divulgada pela indústria e comércio de Montreal, cerca de 65% das empresas entrevistadas afirmam que, para cargos de alta qualificação em Montreal, ter o inglês como segundo idioma é fundamental. Lembre-se, o francês é a língua oficial da província e como tal, é necessária em todos os estabelecimentos públicos ou em empresas que prestam serviços para o governo da província.

Isso também não quer dizer que falar apenas o francês em Montreal seja algo que limite suas chances no mercado de trabalho. O idioma francês possui muitos nichos de mercado onde ele é mais importante que o inglês, sobretudo se você não for de áreas como TI, onde o inglês é mais requisitado.

Seguimentos como saúde, por exemplo, tem dado uma prioridade altíssima para quem fala francês, mesmo fora da província do Quebec. Além disso, depois da pandemia, estes profissionais de saúde tem sido os primeiros da fila quando o assunto é imigração e mercado de trabalho no Canadá. Existe um déficit enorme por aqui.

LEIA TAMBÉM: Canadá lança 6 novos programas de imigração abrindo caminho para 90 mil candidatos a residência permanente

De toda forma, um bom conselho é que considere fazer algumas aulas de francês antes de se mudar para Montreal. Isso tornará sua chegada mais fácil e lhe dará um pouco mais de confiança. Esse será, sem dúvida, um investimento com retorno certo.

Francês e imigração através do Quebec

Como província do Canadá onde a língua oficial é o francês, é natural que um dos requisitos para imigrar é falar o idioma. Poucas pessoas sabem, mas o Quebec possui um nível de autonomia diferente dos outros estados (províncias) no Canadá, tendo a prerrogativa de legislar sobre seu próprio sistema de imigração. Sendo assim, os critérios de proficiência no idioma possuem algumas particularidades que você não irá encontrar em outros programas federais.

Até o momento em que este artigo está sendo escrito, o requisito mínimo de proficiência no francês exigido para obter o Certificado de Seleção do Quebec (CSQ) é o chamado nível B2, ou nível intermediário avançando.

LEIA TAMBÉM: “PEQ: Agora é oficial, o que muda com as novas regras

Segundo estimativas dos cursos de francês que preparam para o exame de proficiência, TCF, TEF ou Delphi, um aluno necessitaria de pelo menos 500 a 600 horas de carga horária atingir esse nível, incluindo as 4 competências (Compreensão oral, leitura, escrita e expressão oral).

Todavia, o Immigration, Francisation et Intégration Québec aceita que você apresente um certificado de proficiência em condições distintas chamado de TEF Canadá ou TEFaQ. Para esta certificação serão exibidas apenas duas competências para comprovar seu nível B2, sendo elas, compreensão oral e expressão oral. Basicamente você deve ser capaz de entender alguns trechos de audio, assim como demonstrar sua capacidade de desenvolver uma conversa com seu examinador sobre tópicos que ele ira propor durante o exame.

É importante salientar que existem algumas exceções quanto as provas proficiência do idioma francês em relação a determinados processos de imigração no Quebec, isso variar de caso a caso. O cenário representado acima é para um contexto de trabalhadores estrangeiros que chegam apenas como inglês na província ou de estudantes internacionais que estiverem cursando algum programa pós-secundário (college ou universidade) apenas em inglês no Quebec.

LEIA TAMBÉM: TEFaQ: Preparação para o exame

Aprendendo francês em Montreal

O lado bom do francês para os brasileiros e que eles são, geralmente, os alunos que mais rapidamente passam nessa fase do exame, devido principalmente a similaridade do português com o francês e a facilidade no aprendizado. Além disso, o fato de não haver a necessidade de avaliar as competências como escrita, a mais difícil no francês, reduz bastante a pressão no candidatos a imigração.

Segundo dados do próprio governo da província, a necessidade de mão de obra é tão grande que não há como esperar tanto tempo para encontrar candidatos a imigração com o nível de francês muito avançado. Para ajudar com a integração desses imigrantes ao chegar, o governo oferece um programa de ensino do francês chamado de francização.

LEIA TAMBÉM: Quebec investe mais de C$ 18 milhões para impulsionar os empregos em TI extremamente necessários

Esses cursos, em todos os níveis, geralmente são subsidiados pelo governo através de uma pequena bolsa para os estudantes. O programa de francização tem como objetivo integrar estudantes, trabalhadores e outras categorias de imigrantes no cotidiano do idioma francês. Lembrando apenas que é preciso atender a certos critérios de status de imigração para ser elegível ao programa.

Se tem pressa e precisa impulsionar seu francês através de um programa de imersão, seja para se preparar para um college ou Universidade já estando aqui aqui no Quebec ou para melhorar suas chances no mercado de trabalho, opções de cursos não faltam. Você pode escolher entre:

  • Imersão no francês Part time: de segunda a sexta, das 9 às 12h.
  • Imersão no francês Full Time: de segunda a sexta, das 9 às 14:00h.
  • Imersão no francês Super intensivo: de segunda a sexta, das 9 às 16:30h.

Em pouco mais de dois ou três meses você será capaz de dar seus próprios passos rumo ao dia a dia em francês e estará pronto para os exames de proficiência exigidos pela imigração no Quebec.

LEIA TAMBÉM: Programa Pathway: Como estudar no Canadá sem o domínio completo do idioma

Se gostou do post, comente, compartilhe ou deixe suas críticas. Sua participação é muito importante na criação de nosso conteúdo. 😉

Precisa se preparar para o exame de proficiência em francês? Quer fazer uma imersão no idioma mas não sabe quais escolas oferecem as melhores opções? Entre contato conosco hoje mesmo, nossa consultoria educacional é gratuita. Clique aqui para mais informações.

Modelo de Banner Blog Consultoria Educacional

Conheça um pouco mais sobre nossos serviços entrando em contato conosco ou acessando nossas redes sociais Facebook e Instagram, ou venha tomar um café com a gente, caso esteja em Montreal.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhe
Compartilhar no linkedin
Compartilhe
Compartilhar no telegram
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
VEJA TAMBÉM
SIGA-NOS

Inscreva-se em nossa Newsletter

garota morena apontando para cima
BUSCA
Categorias
PRÓXIMOS EVENTOS
Send Mail 1a

Já se cadastrou?

+10.000 inscritos em nossa newsletter, só falta você.

Information 1

desculpe-nos :(

Sessão indisponível no momento, tente mais tarde.