Empregos em e-commerce no Canadá: Tudo o que você precisa saber para ter uma carreira de sucesso neste setor | Neway for you

Empregos em e-commerce no Canadá: Tudo o que você precisa saber para ter uma carreira de sucesso neste setor

300 views

Neste post irei falar um pouco sobre o mercado de trabalho no Canadá para profissionais no setor de e-commerce e como essa carreira vem se tornado alvo de praticamente todo o tipo de empresa depois da pandemia. De pequenos negócios no bairro a gigantes como a Amazon, o e-commerce nunca esteve em tanta evidência. Para os estudantes que tem o Canadá como objetivo de seu projeto de intercâmbio, mas ainda decidiram que carreira seguir, sugiro ler este artigo com bastante atenção antes de fazer a escolha de programa de estudo.
Atualizado em: 4 de junho de 2021
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Um mercado trilionário

A indústria global de comércio eletrônico é vasta. Em 2019, o valor das vendas de comércio eletrônico em todo o mundo atingiu US$ 3,535 trilhões. Sim, trilhões … com um ‘T’. O tamanho do setor vem crescendo ano a ano há mais de uma década.

E não estamos mais falando de modelos de negócio como ter uma loja de bens de consumo duráveis como muitos ainda pensam que é. De alguns anos pra cá, o e-commerce tem estado presente em praticamente todos os setores, seja em marcas como Amazon, em empresas comprando eletronicamente de outras empresas através de B2B ou mesmo na pizzaria do seu Zé, que usa plataformas como IFood ou Uber Eats para entregar seus pedidos, tudo é e-commerce.

Gráfico de vendas de comércio eletrônico global
Gráfico de vendas de comércio eletrônico global – Fonte: emarketer.com

É justo dizer que as compras online revolucionaram o varejo. Quando o e-commerce a se consolidar, os prognosticadores pessimistas alegavam que seria um golpe mortal para empregos no varejo. A era dos vendedores de loja, eles argumentaram, acabou.

Isso pode ter se mostrado certo até certo ponto, mas a ideia de que o comércio eletrônico prejudicaria o mercado de trabalho não é. Você não precisa de um assistente de loja pessoalmente para cada compra, mas precisa de milhares de trabalhadores nos bastidores. São eles que fazem as compras online funcionar.

Enquanto empresário e consultor de e-commerce no Brasil, atendi a muitos empreendedores me procurando com a idéia de abrir uma loja virtual apenas para ter mais um canal de vendas em suas empresas, mas sempre com a mesma visão distorcida do negócio, a de que não era necessário investir muito e que apenas um de seus funcionários daria conta do recado junto com outras atividades da loja física. Um ledo engano.

As lições que tive com empresário por quase dez anos no Brasil, ainda nos primórdios do e-commerce, me mostram uma tendência que apenas se confirmou ao longo do tempo, a de que negócios online demandam muito mais trabalho e planejamento do que lojas físicas. Tive a felicidade de ver que alguns desses empreendedores prosperarem seguindo o caminho das pedras e, infelizmente, outros que amargaram com chamado custo de oportunidade, pois não estavam preparados para a transição de seus negócios online no momento em que a pandemia chegou.

Se você quer ficar do lado de quem está olhando para frente, você veio ao lugar certo. Nesta postagem, vou contar tudo o que você precisa saber sobre como se preparar para ter um lugar ao sol no setor de e-commerce, e isso inclui:

  • Por que empregos em e-commerce são tão procurados no Canadá?
  • Quais são os melhores empregos de e-commerce Canadá?
  • Quais habilidades você deve aprimorar para meu projeto de estudar fora dar certo?

Por que devo me preparar para trabalhar em e-commerce agora mesmo?

O e-commerce é um grande negócio. Peça a alguém para citar a empresa mais significativa em que possam pensar, e muitos deles voltarão com ‘Amazon’. Como um setor tão próspero, há muitos motivos para se preparar para trabalhar em empregos de período integral ou parcial em empresas do setor. Sem contar com o fato que muitos desses postos agora podem ser ocupados de sua casa, remotamente.

Antes de começar, queria colocar algumas notícias recentes que podem reforçar meus argumentos a seguir.

Amazon hiring 100,000 new employees in U.S., Canada

Fonte: BNN (Notícia de setembro de 2020 em meio ao segunda onda do COVID-19)

Amazon hiring 75K across US, Canada with hourly pay starting at $17-plus

Fonte: FOX 23 (Notícia de 13 de maio de 2021)

O Canadá, inclusive, tem recebido investimentos bilionários por parte da Amazon em infraestrutura de armazéns e logística para expandir novos centros de distribuição. A forte ligação entre os dois países vizinhos é motivo de sobra para entender porque o Canadá vem tratando o e-commerce com uma certa atenção. Mas vamos ao motivos.

O comércio eletrônico tem uma fantástica perspectiva de crescimento global a longo prazo.

Como já dito, o mercado de e-commerce tem visto um crescimento sustentado há anos. Em um momento em que muitos setores estão lutando para sobreviver, as perspectivas futuras desse setor também parecem melhores.

Um dos indicadores mais relevantes dessa afirmação é o fato de que duas das dez marcas mais valiosas do mundo são empresas de e-commerce. Nessa lista a Amazon está em terceiro lugar e em décimo o grupo asiático Alibaba.

A pandemia virou o jogo de vez para o e-commerce.

Durante a pandemia do COVID-19, muitas pessoas compraram mais online devido a restrições sanitárias impostas pelos governos. Trabalhar remotamente de casa também foi um grande impulsionador desse hábito, pois comprar online não apenas polpa tempo, mas ajuda a conter as agldomegracoes desnecessárias nas lojas.

Nesse contexto, muitas pessoas foram expostas ao comércio eletrônico quase que obrigadas durante os bloqueios, não apenas para comprar bens de consumo, mas alimentos e itens de primeira necessidade. Isso provavelmente afetará os hábitos de compra de forma definitiva mesmo depois que tudo isso passar.

LEIA TAMBÉM: Viajar para o Canadá durante o COVID-19: Relato de quem chegou recentemente

O comércio eletrônico oferece novas experiências aos clientes.

As empresas de comércio eletrônico modernas estão obcecadas em oferecer uma experiência superior ao usuário. Para ter sucesso no nicho competitivo, uma empresa de comércio eletrônico deve ser centrada no cliente. Isso significa ensinar sua equipe a ter empatia e a compreender os consumidores.

É tão essencial quanto fornecer ferramentas como um sistema de telefone VoIP para pequenas empresas para auxiliar na comunicação. Esse trabalho é uma ótima maneira de sentir os clientes. Você aprenderá como identificar os pontos fracos e entender como atender melhor aos consumidores. Essas são habilidades transferíveis que o colocarão em uma boa posição em sua carreira.

O comércio eletrônico expõe você a todos os aspectos de um negócio.

Os trabalhos de comércio eletrônico são, por natureza, multifacetados. Quando você trabalha para uma empresa de comércio eletrônico, várias tarefas são apresentadas. É assim que o setor funciona. A otimização da força de trabalho no nicho geralmente significa usar a mesma equipe para muitas atividades.

Um dia você pode precisar monitorar as mídias sociais da marca, no dia seguinte, você pode estar editando sua plataforma de comércio eletrônico. A ampla experiência que você vai ganhar será uma boa opção para você no futuro.

Nesse aspecto eu assino embaixo, pois como empresário e consultor deste setor no Brasil e responsável por este departamento aqui aqui na Neway, sei bem como funciona esse processo. Pessoas que trabalham neste área inevitavelmente terão de operar em modo full stack, pois não se trata apenas de tecnologia, mas de toda a cadeia de processos. Do momento em que o seu anuncio foi encontrado por um cliente no Google até hora em que ele te dá cinco estrelas pelo serviço de entrega do produto. Isso muda um pouco no setor de serviços, mas a dinâmica nem tanto.

Você vai aprender rápido sobre feedback instantâneo.

Os compradores online esperam uma experiência perfeita do cliente. Parte disso é esperar que as empresas de comércio eletrônico reajam rapidamente às críticas ou problemas. A necessidade de velocidade atinge todos os funcionários de comércio eletrônico, mesmo aqueles em cargos de nível básico.

Trabalhar em um ambiente tão acelerado apresenta muitas oportunidades de aprendizado. Você receberá um feedback instantâneo sobre seus esforços e deverá responder. Se você conseguir lidar com a pressão, suas habilidades físicas e sociais irão melhorar em um piscar de olhos.

Quer estudar no Canada?

Inscreva-se agora e receba nosso guia completo para estudantes internacionais. Da escolha da escola até a residência permanente, tudo o que você precisa saber.

19 posições de trabalho no e-commerce que merecem sua atenção

À medida que o setor de comércio eletrônico cresce, também crescem as oportunidades de trabalho dentro dele. Muito mais do que você pode imaginar é necessário para fazer seu pedido online sem problemas. A seguir estão apenas 17 exemplos dos postos de trabalho em e-commerce que estão esperando por você.

Empregos de nível básico em e-commerce

Como acontece com muitos setores, os novos contratados no comércio eletrônico podem ter que começar com um emprego de nível básico e progredir. Ao contrário de outros setores, no entanto, você encontrará muitos desses postos básicos a disposição mesmo para quem está apenas começando.

Como dito, a demanda é tão grande que muitas empresas estão dispostas a treinar pessoal em razão da escassez de mão de obra neste setor. Estamos falando de um mercado ainda em desenvolvimento, mas que explodiu sem que ninguém esperasse durante a pandemia.

Segundo especialistas em Data Science, a própria Amazon já havia previsto um aumento do consumo de máscaras ainda em 2019, mesmo sem qualquer alarde de pandemia. Essa é mais uma prova de que ciência de dados e e-commerce andam de mãos dadas. Não por acaso, este tem sido um dos setores onde a imigração canadense tem dado prioridade em seus processos de residência permanente. Mas vamos as posições de começo de carreira para o e-commerce.

LEIA TAMBÉM: Novo programa de imigração Quebec Tech Workers começou a aceitar inscrições

Internships

Os estágios são uma ótima maneira de colocar o pé na porta de qualquer organização. Comércio eletrônico não é exceção. A beleza de ser estagiário é que você pode provar sua utilidade para uma empresa sem muita experiência anterior.

É provável que sejam apenas as maiores empresas que contratam estagiários. Essas posições podem ser pagas, estipuladas ou não. A primeira e a última dessas opções são autoexplicativas. Um estágio remunerado é aquele em que seu transporte ou outras despesas podem ser cobertas. No entanto, você não recebe um salário ou salário.

Como estagiário, espera-se que você trabalhe com absolutamente tudo o que seu gerente pedir. É provável que você não faz nada muito glamoroso como desenvolver novos produtos, podendo ser responsável por fazer muito café, mas isso não importa, você acumulará experiência de um jeito ou de outro, principalmente se é um estudante internacional.

Para quem está chegando no mercado vindo através de um programa de estudo como estudante internacional, o estágio também irá contribuir, e muito, para a tal “experiencia canadense”, requisito número para quem está buscando empregos no Canadá. São necessário apenas 3 meses, mas eles podem valer ouro para você, seja estagiário ou não.

Além disso, uma das formas de melhorar sua proficiência no idioma é trabalhando em ambientes onde o nível operacional é mais elevado. Nesse contexto, trabalhar com tecnologia vai ajuda-lo significativamente.

Customer service representative

De todos os cargos de comércio eletrônico, o representante de atendimento ao cliente é o mais fundamental. Nenhuma empresa de comércio eletrônico pode prosperar sem esses funcionários. Eles são os funcionários da linha de frente que atendem aos pedidos e respondem às dúvidas dos clientes. Freqüentemente, eles também podem lidar com vendas inbound marketing por telefone.

Em empresas menores, esses indivíduos também podem se envolver em outras áreas em horários mais silenciosos. Isso significa coisas como marketing por e-mail, design de site de comércio eletrônico e muito mais.

No momento em que este artigo foI escrito, o salário médio nacional no Canadá para um representante de atendimento ao cliente é de CAD $ 19,50 por hora.

Nessa posição você vale o quanto fala, então, se além do inglês, você fala francês, seu salário já não será mais o mesmo. Se além desses dois você tiver idiomas como espanhol as chances de um bom salário são ainda maiores. Estamos falando do Canadá, um país cheios de clientes que falam muitas línguas, então, quem melhor para atende-los que o profissional multilíngue. Diga-se de passagem, um dos setores sem crise no mercado trabalho canadense, independente de ser ligado ou não ao e-commerce.

Marketing specialist

O marketing é uma parte essencial do comércio eletrônico. Os especialistas em marketing ajudam as empresas a rastrear e compreender as tendências de mercado prevalecentes. Eles garantem que novos produtos, promoções e muito mais sejam adaptados às demandas dos consumidores.

Grandes empresas de e-commerce podem ter um gerente de marketing acima de uma equipe de especialistas. Em uma PME, um representante de atendimento ao cliente ou outro membro da equipe também pode ser solicitado a ser um especialista em marketing.

SEO content writer

No mundo online, o mecanismo de busca é rei. Nenhum negócio de e-commerce pode prosperar se suas páginas não receberem muito tráfego. Um redator de conteúdo de SEO é essencial para arquivar um site nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa.

Esses trabalhadores são responsáveis ​​por otimizar todo o conteúdo escrito em sites de e-commerce. Eles usam plataformas como o Google Analytics para rastrear e melhorar o desempenho de produtos, categorias e outras páginas. Eles provavelmente também estarão envolvidos com o link building.

Mais uma vez, o papel de redator de conteúdo de SEO pode recair sobre outro funcionário em pequenas empresas de comércio eletrônico. Marcas importantes como a Clarks, por sua vez, podem ter uma equipe completa de escritores. Eles podem até terceirizar o trabalho para especialistas.

Warehouse personnel

A logística é um aspecto crítico do e-commerce. Você pode ter todo o SEO ou marketing digital do mundo, mas seu negócio estará fadado ao fracasso se não puder atender aos pedidos. O pessoal do armazém é essencial para o atendimento dos pedidos.

Eles escolhem os itens necessários para cada pedido, empacotam-nos e garantem que eles saiam na hora certa. Trabalhadores no depósito também são vitais para o gerenciamento de estoque. Eles atualizam colegas ou sistemas sobre os níveis de estoque, garantindo que as empresas não vendam mais ou menos. Todas as empresas de comércio eletrônico – exceto aquelas que só fazem dropship – terão pessoal de depósito.

Administrative assistant

Operar um negócio de comércio eletrônico gera muitos administradores. Isso inclui lidar com pagamentos de fornecedores, fazer as contas e muito mais. Um assistente administrativo assume o fardo de tal papelada e organização.

A função de um assistente administrativo pode fazer parte do trabalho de um representante de atendimento ao cliente em uma empresa menor. Mesmo que seu cargo não cubra isso. Marcas mais notáveis, por sua vez, terão especialistas que não estão voltados para o cliente.

Retention specialist

Esta é uma das descrições de trabalho mais amplas no mundo do comércio eletrônico. Um especialista em retenção trabalha para manter os clientes fiéis a uma marca, da maneira que puderem. Afinal, manter uma base de clientes é fundamental para qualquer negócio.

Esses funcionários podem ser em tempo integral ou parcial. Eles geralmente são restritos, porém, a marcas mais estabelecidas. Eles não são estritamente especialistas em comércio eletrônico e também podem trabalhar em outras áreas. Seu trabalho é garantir experiências do cliente que façam com que os compradores voltem para mais.

Empregos de alto nível para o e-commerce

Bom, agora que viu a lista de oportunidades para quem está no nível operacional de segundo ou terceiro escalão, vamos para as vagas onde você realmente pode ser um estrela. Você pode ter passado por um estágio ou outras funções para chegar até eles, ou simplesmente já possui alguma experiência anterior para se candidatar para um posto de alto nível.

O importante é que em se tratando de e-commerce em países como o Canadá, oportunidades para esse setor não faltam. Somado a isso, há outra vantagem enorme para as posições que vou listar a seguir, todas elas se enquadram no National Occupational Classification (NOC), com os códigos 0, A e B exigidos como pré-requisito em processos de residência permanente no Canadá, pois elevam sua pontuação em sistemas como Express Entry e outros programas provinciais como o de Quebec.

Saiba mais sobre o Express Entry neste post: “Express Entry: Últimas atualizações da imigração canadense em abril

Se você cursou ou pretende cursar algum programa de estudo em College relativo a e-commerce ou áreas similares, tenha a certeza de que seu perfil será elegível a muitos dos programas imigração disponíveis no IRCC.

User experience designer

As experiências do usuário são fundamentais para o comércio eletrônico. Eles são as interações entre os clientes e os serviços de uma marca – ou seja, seu site ou aplicativos. Um designer de experiência do usuário (UX) deve garantir que esses serviços funcionem da melhor maneira possível.

Um designer de UX seria responsável por adaptar o site ao seu público. Eles terão decidido a localização da barra de pesquisa e os títulos das guias de navegação.

Falando assim pode parecer um trabalho bem simples, mas não é o caso. Esses profissionais devem compreender o marketing online, a experiência do cliente e muito mais. Essa é a única maneira de obter um design UX perfeito. Eles podem até desempenhar um papel na otimização de ferramentas como o software de call center ACD para auxiliar no suporte ao cliente.

Community builder

Todas as empresas – sejam e-commerce ou não – desejam clientes fiéis. Os consumidores que sempre voltam para comprar mais são ótimos para os resultados financeiros. Uma forma de aumentar a lealdade é construir uma comunidade em torno de sua marca de comércio eletrônico. Isso é algo que muitas vezes aproveita o poder das mídias sociais.

Todos nós podemos pensar nessas marcas cujos clientes são mais fanáticos. Eles estão sempre falando sobre o novo produto mais recente ou o que mais uma empresa está fazendo. Eles são extremamente úteis como defensores da marca. Um construtor de comunidade visa criar tal seguidores combinando as funções de um especialista em mídia social e gerente de projeto.

Developer

Existem dois tipos principais de desenvolvedores que trabalham para empresas de e-commerce. Esses são desenvolvedores de sites e software. O papel do primeiro é autoexplicativo. Os últimos costumam ter a tarefa de construir bancos de dados ou aplicativos especializados.

Essas funções estão entre as mais procuradas. Afinal, recrutar os melhores talentos em tecnologia é sempre complicado. Empresas de comércio eletrônico menos estabelecidas podem não ter esses profissionais internamente. Eles são mais propensos a usar plataformas de comércio eletrônico prontas ou terceirizar o trabalho de desenvolvimento. As maiores marcas – que podem pagar salários mais altos – são onde essas funções existem.

IT Technician

As empresas de comércio eletrônico possuem extensas infraestruturas de TI. Muitos executam vários tipos de soluções de software e têm muito hardware em escritórios e depósitos. Um técnico de TI é encarregado de fornecer o suporte técnico muito importante. Quanto mais complexa for a infraestrutura, mais crucial será o suporte técnico.

Business analyst

Este é outro cargo que dificilmente será encontrado em empresas menores. Os grandes garotos do comércio eletrônico, entretanto, certamente têm analistas de negócios internos. Seu trabalho é manter os dedos no pulso das operações de negócios.

Um analista de negócios analisará os dados gerados por uma empresa de comércio eletrônico. Eles, então, reportarão aos gerentes de comércio eletrônico, gerentes de projeto e outros sobre o que está ou não funcionando.

Graphic designer

O comércio eletrônico é um nicho visual. As imagens usadas em um site de comércio eletrônico ou em materiais de marketing desempenham um papel importante em influenciar os clientes. Afinal, os consumidores online não podem ver os produtos “na pele”.

Um designer gráfico de uma empresa de comércio eletrônico lida com essa comunicação visual crucial. Eles podem ser encarregados de projetar uma nova página inicial ou desenhar imagens para novos produtos. Uma empresa mais significativa, com muita necessidade de conteúdo original, empregaria vários designers gráficos internos.

Há também outros nichos como fotógrafo especializado em e-commerce e até mesmo gerentes de mídias especializados em TikTok, faça uma busca por esses termos em bancos de emprego no Canadá e verá que eu não estou brincando. É um verdadeiro mundo de oportunidades.

Quer estudar no Canada?

Inscreva-se agora e receba nosso guia completo para estudantes internacionais. Da escolha da escola até a residência permanente, tudo o que você precisa saber.

Posições de gestão no e-commerce

Há também uma série de cargos gerenciais dentro do nicho de comércio eletrônico. Não é de se admirar, com tantos profissionais diferentes para cada empresa controlar. Estas são algumas das funções de gerenciamento mais comuns no comércio eletrônico.

Supply chain manager

Acompanhar a cadeia de suprimentos é essencial para o sucesso de qualquer marca de e-commerce. Um gerente da cadeia de suprimentos tem a responsabilidade final por esse processo. Isso significa que eles devem permanecer em muitas atividades e áreas. Isso inclui relacionamento com fornecedores, gerenciamento de estoque, entregas e logística reversa. Entre outros elementos.

Um gerente da cadeia de suprimentos é responsável pelo pessoal do armazém da empresa. Em empresas de comércio eletrônico com orçamentos apertados, um proprietário pode assumir essa função por procuração. Muitas empresas, porém, empregam um gerente de cadeia de suprimentos dedicado.

Digital operations manager

Um gerente de operações digitais é semelhante a um gerente de projeto. No caso deles, porém, o projeto abrange todas as atividades digitais da empresa. Pense em manutenção de sites, SEO, marketing por e-mail e muito mais. Em essência, esse especialista em comércio eletrônico deve manter todas as plataformas digitais operacionais e estáveis.

Saber operar plataformas complexas de e-mail marketing e CRM com HubSpot e Sales Force está entre um dos grandes requisitos para profissionais de e-commerce, assim como ferramenta de ERP avançadas como SAP

Gerente de marketing digital

Há um certo cruzamento nas funções de operações digitais e gerentes de marketing digital. Este título de trabalho, no entanto, é mais especializado. Este tipo de gerente de comércio eletrônico se concentra em materiais voltados para o cliente.

Um gerente de marketing digital é responsável por toda a promoção online de uma marca. Eles usam ferramentas como o Google Analytics e gerenciam funcionários, incluindo redatores de conteúdo de SEO e criadores de comunidades.

Customer satisfaction manager

Já mencionamos a importância do atendimento ao cliente de classe mundial no comércio eletrônico. Os clientes insatisfeitos abandonam rapidamente as marcas online. Algumas grandes empresas de e-commerce empregam um gerente dedicado para gerir a satisfação do cliente.

Esse indivíduo deve manter uma visão geral de todas as tentativas da marca para melhorar a experiência do usuário. Eles seriam responsáveis ​​por funcionários não gerenciais de atendimento ao cliente. Eles também desempenham um papel nas decisões de tecnologia que afetam essa equipe. Por exemplo, eles podem recomendar um serviço de encaminhamento de chamadas para conectar melhor os clientes aos agentes de suporte.

Financial manager

No comércio eletrônico, como em outras áreas dos negócios, gerenciar o dinheiro é vital. Um gerente financeiro tem o controle final sobre as finanças de uma empresa. Isso significa que eles cuidam de orçamentos, despesas, folha de pagamento e muito mais.

O papel de um gerente financeiro é crucial para todos os negócios de comércio eletrônico. Para aqueles com orçamentos limitados, porém, suas tarefas podem recair sobre outros gerentes. Afinal, a multitarefa é uma marca registrada das PMEs.

Director of ecommerce

A cereja do bolo. O chefão . O cara que faz acontecer … bem, essa é a ideia. O diretor de comércio eletrônico é responsável por todas as operações de compras online de uma empresa. Os gerentes anteriores e todos os outros gerentes de projeto de comércio eletrônico respondem a eles. Para as decisões mais importantes, é aqui que a bola pára.

Salários e progressão de carreira

Para simplificar, vou direto ao ponto trazendo dados sobre o mercado com faixas médias para as principais funções com nível de experiência técnico e gerencial. Você mesmo pode fazer essa pesquisa em sites como Indeed, Talent, Payscale e Glassdoor.

Com base em pesquisa numa em alguns dos sites que mencionei, o número mágico da remuneração para este setor no Canadá ficou uma de 58 mil dólares por ano. Valor acima de média canadense, que hoje beira os C$ 50 mil por ano. De modo geral os salário podem indicar na casa dos C$ 30K chegando até C$ 120K por ano para os cargos de gerente sênior.

FunçãoMédia salarial ano
Commerce ManagerC$ 61K
Director of eCommerceC$ 111K
Product Manager, eCommerceC$ 73K
eCommerce AnalystC$55k
Web DeveloperC$59k
Web DesignerC$44k
Business Manager, eCommerce / WebC$59k
Fonte: Site PayScale

Agora vamos a pergunta de 1 milhão de dólares. Como me preparar para este mercado?

Bom, começo fazendo outra pergunta: Você já se Identificou com alguns dos postos em e-commerce que listei neste post? Já possui algumas das habilidades mencionadas nestas funções? Já tem pelo menos o inglês ou francês resolvido em seu checklist para o projeto estudar e trabalhar no Canadá? Se não consegui responder a essas perguntas vamos começar do começo.

1 – Em dia com o idioma

Comece para ontem a por em dia o nível de proficiência de seu idioma. Cursos online ou cursos presencias, estudar por conta própria, não importa, apenas dedique-se a resolver essa etapa antes de decidir por um programa de estudo no Canadá.

Se este é um ponto fraco que pode atrapalhar seus plano a médio e longo prazo, cursos de idioma com imersão pré-College, conhecidos como Pathway podem ajuda-lo nessa tarefa.

LEIA TAMBÉM: Programa Pathway: Como estudar no Canadá sem o domínio completo do idioma

2 – Planejamento financeiro

Não serei hipócrita aqui, estudar no Canadá, apesar de mais barato que em muitos outros países não é das coisas mais fáceis de se fazer em tempo de cambio nas alturas. Mas posso garantir que o investimento vai valer cada centavo, desde que siga o caminhos das pedras corretamente.

3 – Cumprir requisitos de imigração

Depois do planejamento financeiro, esse é um dos pontos mais importantes que deve estar atento. Escolher um curso qualquer para estudar no Canadá apenas pelo critério preço pode lhe custar muito mais caro lá na frente. Primeiro porque uma má escolha pode leva-lo a impossibilidade de aplicar para o PGWP (Visto de trabalho após se formar) e também pelo fato que essa formação pode não atender aos requisitos de programas de imigração canadense.

LEIA TAMBÉM: PGWP: Vantagens oferecidas ao estudante no Canadá

4 – Foco no mercado de trabalho e demandas a médio prazo

Se o objetivo é ficar no Canadá depois de se formar, esteja atento ao que é tendência no mercado. Acho que passamos uns bons 15 minutos discutindo sobre isso, não resta dúvidas que a área de e-commerce é realmente muito promissora, independente da área que escolher atuar.

Meu conselho é, aproveite o momento, pois assim como você, muitos outros estudantes internacionais pelo mundo estão pensando na mesma coisa e tem o Canadá na mira. Uma hora, boa parte dessas vagas será preenchida. Esperar demais não significa ser prudente quando o assunto envolve um projeto de estudo, trabalho e imigração para o Canadá. Pense nisso.

Quer estudar no Canada?

Inscreva-se agora e receba nosso guia completo para estudantes internacionais. Da escolha da escola até a residência permanente, tudo o que você precisa saber.

Concluindo

O e-commerce é de fato um mercado em expansão. As vendas e a receita no mercado têm crescido ano a ano por mais de uma década. E mesmo em meio à incerteza do COVID-19, o e-commerce foi um dos poucos setores da indústria que nadou na contra a maré desde de o início da pandemia. Sem dúvida uma excelente forma de iniciar uma carreira no Canadá.

Posso falar por mim, mesmo tendo feito uma formação adicional na área em TI aqui em Montreal, a experiência que tive no Brasil nesse setor foi fundamental para abrir as portas o mercado de trabalho aqui no Canadá. Se você também possui conhecimento nessa área e quer ingressar nesse mercado, uma formação canadense pode ser a porta de entrada para muitas oportunidades.

E você? já sabe que curso vai escolher para estudar no Canadá? Já começou seu projeto Canadá? Deixei seus comentário aqui, terei o maior prazer em responde-los.

Nos vemos no próximo post.

Modelo de Banner Blog Consultoria Educacional
Modelo de Banner Blog Consultoria Educacional

Conheça um pouco mais sobre nossos serviços entrando em contato conosco ou acessando nossas redes sociais Facebook e Instagram, ou venha tomar um café com a gente, caso esteja em Montreal.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhe
Compartilhar no linkedin
Compartilhe
Compartilhar no telegram
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Compartilhe
VEJA TAMBÉM

Inscreva-se em nossa Newsletter

garota morena apontando para cima
BUSCA
Categorias
PRÓXIMOS EVENTOS
Information 1

desculpe-nos :(

Sessão indisponível no momento, tente mais tarde.